Sábado, 27 de Novembro de 2021
23°

Alguma nebulosidade

Curitiba - PR

Galeria de fotos 1 foto

Celso Ricardo de Almeida bate um papo descontraído com Alcina Maria Silva Azevedo, a ‘Vó Alcina’ do ROL!

01/06/2021 às 17h30
Por: Mhario Lincoln
Compartilhe:
Original do texto.

“Penso que todo escritor é um canal de inspiração espiritual.” (Vó Alcina)

"O Jornal Cultural Rol, através da sessão ‘Entrevistas ROLianas’, bate um longo papo com a escritora Alcina Maria Silva Azevedo que, com muita descontração e sinceridade, contou-nos um pouco de sua vida. Porém antes de nos deliciarmos com sua entrevistas, vamos conhecer um pouco da biografia de ‘Vó Alcina’, como é carinhosamente tratada pelas ‘netas’ e ‘netos’ do ROL (...)".

(Nota do Editor, jornalista Mhario Lincoln): Com um carinho excepcional, Maria Alcina nessa valorosa entrevista, cita, mais abaixo, em um destaque que publico, a Academia Poética Brasileira. Sem dúvida, uma grande #honra para todos nós. Abaixo, duas partes da entrevista que todos podem ler a íntegra a íntegra, através do link:http://www.jornalrol.com.br/nas-entrevistas-rolianas-celso-ricardo-de-almeida-bate-um-papo-descontraido-com-alcina-maria-silva-azevedo-a-vo-alcina-do-rol/?fbclid=IwAR1xbUjuujW1AKVs1bpm6RjYgnW1jr96i3wFhNWWdmDFxnBDt9RqUH37gfg

Alcina Azevedo.

PARTE DA ENTREVISTA:

CRA – E já que mencionamos o ‘escreve’, o que te inspira? O que te faz sentar e escrever um poema?

Alcina Maria Silva Azevedo – Quanto a pergunta, de onde vem a minha inspiração, eu respondo que são momentos vividos, ou observados no viver de outras pessoas. As vezes, desponta de repente, através de um gesto, um abraço, um olhar diferente, e que vem tocar-me o coração, despertando emoção.

CRA – Poderia citar os nomes de algumas academias de letras das quais você faz parte?

Alcina Maria Silva Azevedo – Celso Ricardo, essa pergunta sobre Academias, infelizmente, eu terei que responder o que penso, e peço perdão se irei magoar alguém. Não sou interessada em participar de Academias que me procuram, e que desejam vender títulos e medalhas. Admiro uma Academia em particular, chamada ‘Academia Poética Brasileira‘, cujo Presidente é o notável Mhario Lincoln, que sempre me convida para divulgar o meu trabalho, sem oferecer medalhas e títulos. É assim que a Academia dele funciona, divulgando talentos e trabalhos dos seus membros e escritores. No passado, já participei de Academias, Portal Cen ( Portugal), e da Academia AVESP- sala dos poetas, de Efigênia Mallemont, que também era interessada apenas na divulgação dos trabalhos literários.

Portanto, aqui, de público, a diretoria da APB agradece essa demonstração de amizade por parte dessa mulher de letras que tanto se destaca no nosso país. (Seja sempre bem-vinda).

Na foto abaixo, da esquerda para a direita, os filhos Frederico e Ricardo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias