Sábado, 06 de Março de 2021 02:05
[email protected]
Internacional ARTES VISUAIS

Artista Lucia Borges, da Academia Poética Brasileira, homenageada em livro, editado na Índia

Sempre achei que compartilhar para um bem maior é criar a melhor forma de retribuir.

17/02/2021 19h27 Atualizada há 2 semanas
191
Por: Mhario Lincoln Fonte: ML
Lucia Borges
Lucia Borges

Artista Visual Lucia Borges, da Academia Poética Brasileira, integra livro publicado na Índia

"Dedico meu sucesso a minha família e todos os amigos (as) através do livro editado na ÍNDIA com meus trabalhos artísticos. Obrigada Deus por colocar em minhas mãos este magnífico talento. Que bom integrar a APB. É um orgulho para mim. Sempre achei que compartilhar para um bem maior é criar a melhor forma de retribuir.". Lúcia Borges.

A homenagem da Academia Poética Brasileira a esse grande feito internacional de nossa representante da APB, nos Estados Unidos.

Trabalhos publicados no livro da Índia.

LUCIA BALTAZAR BORGES E APB

Edomir Martins de Oliveira, vice-presidente APB/Brasil.

Em meu livro “Lembranças”, fiz uma saudação a artista plástica Lúcia Baltazar Borges, tentando reproduzir um discurso que fiz por ocasião de sua Vernissage realizada na Galeria Maciel, Loja Maciel Jardins, aqui em São Luís -MA. Naquela oportunidade, disse-lhe que Santo Anselmo confessava como sendo a Arte “um conjunto de meios supersticiosos empregado antigamente para cura das feridas”.

Na verdade, Lúcia, de há muito vinha curando com seus trabalhos, feridas da alma de seus admiradores e alunos, onde traduzia através de suas magnificas telas, toda a arte da sua inspiração. E eu, já naquela época, vaticinava que ela iria muito além dos limites do Maranhão e até das fronteiras do Brasil. Foi isto exatamente o que aconteceu. Quando o seu esposo Mauro Borges, meu amigo, se desligou da, então, Cia. Vale do Rio Doce onde trabalhava, mudou-se com Lúcia e os filhos para os Estados Unidos, onde já lhe haviam acenado novo trabalho. Era a oportunidade que Lúcia, a grande artista plástica, esperava.  Ela, que em São Luís -MA, desenvolvia seu magistério lecionando a arte da pintura no SENAC, revelava agora que a brasileira, natural de Belo Horizonte, que exercera seu profissionalismo também em Vitória - ES como artista plástica de sucesso, na década de 1980, agora continuava desenvolvendo sua técnica nos Estados Unidos e daí para a Itália.  Fez cursos, se aperfeiçoou mais ainda.  Uma coisa chamava-me sempre a atenção: Lucia sempre fez questão de colocar em destaque o fato de pertencer, com muito orgulho, a APB. Em suas exposições refere-se ao Sodalício com muito amor, fazendo questão de lembrar nos Estados Unidos, na Itália, ou por onde acompanhar o seu trabalho, que essa Academia precisa ser conhecida, pois a Plataforma no www.facetubes.com.br é internacional. Quem ainda não a conhece, a oportunidade de conhece-la não deve ser deixada para depois. Mantenho contato constante com a artista e seu marido Mauro. 

Não acredito que eles voltem para o Brasil a não ser a passeio como já têm feito algumas vezes, uma das quais com uma esticada a São Luís -MA. Lucia amiga, a Academia Poética Brasileira vem cumprimentá-la por tudo, que para nós, você representa. Agradecer-lhe as constantes lembranças e referências, e desejar-lhe crescentes sucessos profissionais. Merecidamente!

Professora Lucia Borges APB.

A PALAVRA DE LÚSICA BORGES:

(Texto recuperado do livro):

Lucia Baltazar Borges: "A arte é um processo contínuo para mim, e essa ânsia de pintar é um presente que me foi concedido", diz Lucia Baltazar Borges, residente em Massachusetts, EUA, é uma artista autodidata que teve a sorte de ter descoberto o prazer do óleo pintando na infância. Ela ainda vivia em seu país natal, o Brasil: "Não sei como tudo realmente começou. Eu sabia que tinha algo dentro de mim que precisava sair ", ela explica sobre como o artista nela nasceu."Acredito que esse desejo inerente de pintar é um presente concedido a mim, para compartilhar minha experiência e inspirar outras pessoas".

Suas obras expressam os pensamentos e as emoções íntimas da artista, complementam sua personalidade alegre e efervescente. Os temas de Lúcia são variados e ecléticos, desde florais, à paisagens marinhas. Ela pinta o que gosta, o que chama sua atenção. Adotando um  estilo realista, ela pinta com matizes frescos e vibrantes "É para espalhar positividade", diz ela. Lúcia transpõe seus pensamentos e emoções em cores, luz e formas. A aplicação de pincel sutil combina a cor com contornos suaves, especialmente visto em suas paisagens. Evoca a sensação de inúmeros momentos de alegria que a artista passou na natureza. Sua arte parece contar a história de onde a artista viveu. Coisas que ela encontrou e emoções evocadas nela. É a sua maneira de permitir que o espectador se conecte com a artista que há nela, vendo as coisas através de seus olhos.  "A arte permite que você veja o mundo através da perspectiva de outra pessoa", explica. É fundamental, portanto, ir além do reconhecimento do que se vê com os olhos, o que pode incluir até as idiossincrasias visuais que tornam a obra de um artista imediatamente identificável.  Suas ideias são bem executadas e têm um único propósito - espalhar felicidade por meio da arte.  Como visto em suas composições robustas, suas formas não são apenas representadas com precisão, mas estão situadas em um espaço que é, de certa forma, planejado e imaginado pela artista. 

Prêmios e Reconhecimentos.

Sua metodologia permanece em segredo, pois sua intensidade cromática retrata beleza e fascina. Lucia é membro da Academia Poética Brasileira, (presidida pelo jornalista, poeta e embaixador universal da Paz, Mhario Lincoln, com sede na capital ecológica brasileira, Cidade de Curitiba, no estado do Paraná, qualificada internacionalmente como uma das melhores capitais para se viver em solo brasileiro).

Ela ocupa a cadeira número 42 APB, além de receber também a Comenda Patrono Thiago de Mello, a mais importante da Academia que é integrante. É professora da Classe de Arte Infantil Americana, Consulesa da Academia nos EUA, ardente filantropa, doando seus trabalhos artísticos todos os anos para uma causa filantrópicas e humanas, levada pelo estímulo de seu coração.  Ela acredita que compartilhar para um bem maior é criar a melhor forma de retribuir.

 

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Curitiba - PR
Atualizado às 02h03 - Fonte: Climatempo
17°
Poucas nuvens

Mín. 16° Máx. 25°

17° Sensação
4 km/h Vento
100% Umidade do ar
90% (12mm) Chance de chuva
Amanhã (07/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 23°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Segunda (08/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 15° Máx. 26°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias