Domingo, 09 de Maio de 2021 01:08
[email protected]
Blogs e Colunas Colunistas

Mulher Babaçu de mãos dadas, lutando para o reconhecimento da grande poetisa MARIANA LUZ

Mariana Luz é maranhense.

18/04/2021 20h41 Atualizada há 3 semanas
904
Por: Mhario Lincoln Fonte: Mulher Babaçu/Pesquisas
Mulher Babaçu
Mulher Babaçu

 

A PRAÇA DOS POETAS

"O minha cidade deixa-me viver, que eu quero aprender tua poesia ". São Luís foi e continua sendo a inspiração para grandes obras literárias. A praça foi inaugurada nas comemorações do aniversário dos 408 anos da cidade no ano de 2020.

A praça valoriza o que há de mais ludovicense - beleza natural e arte. Tem um mirante com uma bela vista da cidade do outro lado da ponte. Homenageia dez escritores e poetas maranhenses: Ferreira Gullar, Catulo da Paixão Cearense , Nauro Machado, Sousândrade , Bandeira Tribuzi, José Chagas , Gonçalves Dias , Maria Firmina dos Reis, Dagmar Destêrro e Lucy Teixeira, poetas brilhantes e reverenciados pela contribuição que deram à Atenas Brasileira. 

M da Luz em performance de Uimar jr.

Agora em pergunto piquenos CADÊ MARIANA LUZ??

A nossa ilustre poetisa, escritora , teatróloga , professora e a primeira mulher a ocupar uma cadeira na Academia Maranhense de Letras naquela época muito difícil entrar uma mulher). O imortal da Academia Maranhense de Letras Benedito Buzar, escreveu sobre Mariana Luz. Abaixo, um trechinho da crônica:

"(...) A Praça dos Poetas e Mariana Luz

A esquecida Mariana Luz

A louvada iniciativa do saudoso escritor José Nascimento de Moraes Filho, nos meados do século passado, revelou ao Brasil a romancista e poeta, Maria Firmina dos Reis, nascida em Guimarães e afrodescendente, de indiscutível valor intelectual, até então desconhecida da crítica literária nacional.

Se outro escritor da estirpe de Nascimento de Moraes Filho, tivesse, também, levantado a bandeira para o Brasil saber que uma mulher nascida em Itapecuru, também professora e afrodescendente, batizada com o nome de Mariana Luz, escrevia poemas e sonetos da melhor qualidade intelectual, certamente que a minha conterrânea, que me ensinou as primeiras letras, estaria (...).”

Vamos conhecer mais um pouco a Mariana Luz com mais um belo trabalho da sua estudiosa e divulgadora dos seus trabalhos Jucey Santana e Alex Muniz.

Vídeo, abaixo: "A CIGARRA MARIANA LUZ"

">

A TEATRÓLOGA

Mariana Luz tinha um grupo teatral que se apresentava em sua residência. Em 30 de julho de 1933 fundou a sua casa de espetáculo, o Teatro Santo Antônio, na Rua Cayana atual Avenida Brasil de Itapecuru Mirim. Encenava peças que traduziam costumes, humor e formação moral de gente campesina, satirizava a condição da Mulher na sociedade, mau desempenho dos políticos e outros.

"Quando ouvimos falar que Mariana Luz seria homenageada, criamos uma grande expectativa. Pensamos que havia chegado o momento da maior poeta itapecuruense e membro da Academia Maranhense de Letras ter o seu valor reconhecido.  Mas não veio a homenagem, nem falaram mais no assunto. Ficamos decepcionados. Mas ainda esperamos haver o momento de acontecer. Afinal este ano Mariana Luz fará 150 de nascimento (será o seu sesquicentenário). Felizmente a AICLA fará uma grande homenagem para ela", diz o presidente da AICLA, INALDO LISBOA.

"Para mim, a PRAÇA DO POETA não deve ser apenas "praça de uns poetas". Ela é a praça de TODOS OS POETAS, um TEMPLO da poesia de todos os períodos e de todos os lugares! Quero ver nesse espaço a celebração poética vindo de todos os rincões do Maranhão! Que seja um espaço onde TODOS os duzentos e dezessete municípios maranhenses vejam seus poetas ali declamados e engrandecidos!" NICO BEZERRA -Membro da AICLA e um dos diretores da FALMA e Prof. da Rede Estadual.

Uimar jr.

AGORA MINHA OPINIÃO SOBRE A PRAÇA E QUE VEJAM COMO CONSTRUTIVA:

Talvez o brasileiro só saiba cantar a metade do Hino Nacional porque todo evento só toca a metade.

O painel com o Busto do Poeta Gonçalves Dias, localizado na Praça dos Poetas, com a sua imortal poesia "Canção do Exilio", só tem duas estrofes ???...

Por que não se completa a poesia? O painel tem espaço! Talvez seja o motivo pelo qual todos que vão declamar só saberem um trecho. Existem dois quiosques para café. Por que um não poderia ser uma livraria com obras de artistas maranhenses para comercialização de livros e poderia também alugar por hora? Assim a pessoa poderia sentar, tomar um café e ler um livro. Existem duas ou três homenagens para um mesmo poeta, e porque não dar espaço para outros da nossa farta literatura? Painel no chão e sem boa visibilidade! Deveria ter uma altura de pelo menos um metro e trinta. Muitos entram e nem olham! O primeiro painel que fica na entrada anunciou, na inauguração, que a cada mês iria ser homenageado um poeta. Coisa que nunca aconteceu!!! Continua a mesma homenagem desde a inauguração. A Praça precisa respirar poesias! Algo está faltando. E você o que me diz?

Agora é realidade MARIANA LUZ: MURMÚRIOS E OUTROS POEMAS.

Veja Vídeo de Gabriela Santana, recitando Maria Luz. Link abaixo:

">

"Livros à fulote"
Capa

Piquenos vocês nem vão acreditar. Eu liguei para Jucey falando da ideia da matéria e no outro dia chega o livro da sua filha Gabriela Santana. Atualmente a maior estudiosa da vida de Mariana.Chegou livro "A FULOTE” -(Expressão usada para transmitir ideia de abundância, de grande quantidade.) Sim "Morreu Fofão". - (Sinônimo de " Maria Preá", expressão equivalente à missão cumprida; trabalho concluído, finalizado.)

Livro de Mariana Luz, Gabriela Santana, foi publicado, recentemente, sob os auspícios da Academia Maranhense de Letras, com o co-patrocínio da Academia Vargem-grandense de Letras e a Academia Itapecuruense de Letras. Vendas Livraria AMEI. Os Itapecuruenses  estavam organizando  uma grande comitiva para a homenagem a Mariana Luz na Praça  dos Poetas, o que não  aconteceu. (Jucey Santana).

A foto de capa é uma pintura inspirada na única foto dela que já foi localizada. Ilustração da capa: WANIEL JORGE SILVA

Uimar e a autora Jucey Santana.

Marrapá esse meu repórter é muito metido. Olha só ele foi o ator convidado para representar Mariana Luz no aniversário da Cidade de Itapecuru em 2018 . Me falaram que lá na Praça ele foi cercado de pessoas emocionadas que conviveram com Mariana Luz que diziam:

- Meu Deus era assim mesmo que se vestia. Sempre de branco. A blusa cheia de seus santinhos, o cabelo no coque e a flor de Jasmim sempre no cabelo. Foi muito abraçada e cercada o tempo todo. Muita emoção. Conheça mais Mariana Luz nas pesquisas de Jucey Santana. Olha só o registro, clique no link:

http://juceysantana.blogspot.com/2016/09/mariana-luz.html?m=1

O que se pensou e alguns anunciaram que o primeiro painel de quem entra, a cada mês ia ser homenageado um poeta que não vem acontecendo. Na época falaram que seria Mariana Luz.

Este ano Mariana Luz fará 150 de nascimento (será o seu sesquicentenário). Felizmente a AICLA fará uma grande homenagem para ela.

AGORA, EXCLUSIVO:

Vídeo do repórter Uimar Junior, direto da Praça dos Poetas, em S.Luís-Ma:

"

 

39 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
MULHER BABAÇU
Sobre MULHER BABAÇU
Coluna de curiosidades e cobranças públicas, assinada pelo performance Uimar Jr., sobre a vida maranhense.
Curitiba - PR
Atualizado às 00h56 - Fonte: Climatempo
12°
Muitas nuvens

Mín. 12° Máx. 18°

12° Sensação
6 km/h Vento
100% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (10/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 12° Máx. 22°

Sol com muitas nuvens
Terça (11/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 12° Máx. 25°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias