Segunda, 15 de Julho de 2024 14:24
editor-sênior, jornalista Mhario Lincoln
Blogs e Colunas CORDEL BRASIL

Confreira Esmeralda Costa volta com sua apreciada Coluna do Cordel Brasileiro. Vários assuntos

Esmeralda Costa  Professora e poetisa cordelista da cidade de Campos Sales-CE. Membro da Academia Internacional de Literatura Brasileira, Academia Cearense de Literatura de Cordel,  Academia Groairense de Letras e da Academia Poética Brasileira.

29/06/2024 09h26 Atualizada há 2 semanas
Por: Mhario Lincoln Fonte: Esmeralda Costa
Esmeralda Costa
Esmeralda Costa

 

Últimas Notícias da Literatura de Cordel

Durante o mês junino, o ar se enche de alegria, as fogueiras brilham acesas, espalhadas por esse mundão, o cheiro de milho assado nos lembra das festas que estão por vir. As pessoas se preparam para dançar a quadrilha,  bandeirinhas tremulam ao vento, e o calor humano aquece nossos corações. Este mês é bem repleto de sorrisos, abraços e de muita diversão. O povo todo animado festeja dançando xote, forró e baião. Pense num repertório arretado e só não pode faltar as músicas de Gonzagão. Gonzagão é o rei Luiz,  Luiz cheio de esperança que traz para o nosso povo, a alegria da festança.


Pensando nesse cenário carregado de emoção, não podemos esquecer de quem segue o Gonzagão, seus discípulos tão fortes na grande divulgação. Por esta razão, a Coluna Cordel Brasileiro, traz para o seu público leitor algumas novidades sobre lançamentos recentes e divulgação da literatura de cordel.

 

Capa.

O Cordel do Comendador do Baião 

Aqui vou ressaltar dois mestres da cultura do Nordeste brasileiro que apresentam dois programas arretados e de fama sensacional, “O Gonzagão da Cidade” e “A Hora do Rei do Baião”. Falo de Pedro Sampaio do cordel supremo autor, também de falo de Wilson Seraine o grande Comendador, este homenageado num cordel que lhe trouxe muita alegria enchendo seu coração de muitas emoções. "O Comendador do Universo do Baião" do poeta Pedro Sampaio, trata-se de um cordel  biográfico onde o autor versa Wilson Seraine da Silva Filho, um professor de física e pesquisador da literatura de cordel. A obra conta a história desse renomado professor, destacando sua paixão pela física e sua contribuição para a preservação e disseminação da cultura do Nordeste. Com certeza, essa é uma leitura que une as experiências de vida, a ciência e a tradição popular de forma muito interessante. A leitura dessa obra é um convite muito especial para conhecer o ser humano incrível e fascinante que é o professor Wilson Seraine. 

A entrega do cordel e a sua apresentação podem ser conferidas nos links que seguem:

https://youtu.be/9gqFGZ3Lx-o?si=xhITzymAlzJOZ34k

https://youtu.be/rsUkkEFB3Co?si=y01TRjVUmtCgrqIQ

https://youtu.be/9I2Cg9pD3Xg?si=X1ETbXrx2LdXBttR

 

 

Elisa Lago.

As Lives Surpresas de Elisa Lago

Membro da Academia Poética Brasileira e amante da cultura nordestina, Elisa Lago é natural de Pedreiras-MA. Amante da arte, ela é Pedagoga, poeta, cantora,compositora,  escritora, bacharel em direito, especialista em negociação coletiva e secretária executiva. Frequentemente, Elisa realiza lives no Instagram (@elisaclago), onde ela declama cordéis e outros poemas de diversos autores brasileiros. Assim, Elisa Lago contribui de maneira significativa com a divulgação da poesia e da cultura popular, lendo ou declamando, cordéis e outros poemas, bem como, trazendo incríveis canções e histórias para as surpreendentes lives. Torcemos por um mundo com mais pessoas assim, que compartilham cultura popular  e conhecimentos diversos através das plataformas e mídias digitais. Valeu, Elisa Lago!

 

 

Túnel do Cordel. Arte: MHL

Rotary Clube Internacional e o Túnel do Cordel

A 73ª Conferência do Distrito 4490 do Rotary Clube Internacional,  foi um evento marcante realizado no centro de eventos do Hotel Vila Galé. O evento contou com a direção e produção da doutora Carla Regina, Diretora da Produtora 'RESULT EVENTOS' e do Doutor Porto, Rotariano Coordenador Geral o Chairman da 73ª Conferência. Um dos destaques no evento, foi o "Túnel do Cordel", uma iniciativa singular que celebrou a cultura nordestina através de mais de 600 cordéis, de autoria do renomado poeta Pedro Sampaio e de outros cordelistas que se uniram ao seu projeto "Cearensidade Gonzagueana em Música e Poesia".
Esse túnel não apenas decorou o ambiente com sua riqueza poética, mas também trouxe à tona a essência vibrante e única da cultura cearense. Os cordéis, com sua linguagem rimada e suas histórias cativantes, transportaram os participantes para um universo de tradições, costumes e musicalidade típicas da região. 

Durante a conferência, o túnel não foi apenas um elemento decorativo, mas uma plataforma educativa e cultural que enriqueceu as discussões e as interações entre os membros do Rotary Clube. Ele proporcionou uma oportunidade para refletir sobre a importância da preservação e valorização das manifestações culturais regionais, além de destacar o papel do Rotary na promoção da diversidade e do intercâmbio cultural.

Assim, a 73ª conferência do Distrito 4490 foi não apenas um evento de networking e planejamento estratégico para os rotarianos, mas também uma celebração da rica herança cultural do Ceará, através da arte do cordel e das vozes poéticas que a perpetuam.

 

 

Fábulas.

Fábulas Transformadas em Fabulosos Cordéis 

Aurineide Alencar, professora e poetisa cordelista do sertão da Paraíba, da encantadora cidade de Catolé do Rocha, reside atualmente em Dourados, Mato Grosso do Sul, onde eleva a arte dos cordéis a novos patamares com sua habilidade singular. Com maestria, ela transforma magníficas fábulas clássicas em narrativas vibrantes e acessíveis, cativando leitores de todas as idades.

Em sua pluma habilidosa, histórias como "A Lebre e a Raposa", "O Leão e o Rato", "A Formiga e a Cigarra", "O Galo e a Raposa", "O Rato da Cidade e o Rato do Campo", "O Pastor Brincalhão", "A Lebre e a Tartaruga", "A Formiga e a Pomba", "A Lebre e as Rãs" e "A Pantera e a Raposa" ganham vida em versos rimados e melodiosos. Aurineide não apenas transmite os ensinamentos morais e as lições de cada fábula, mas também enriquece-as com a rica cultura nordestina e a sabedoria popular.

Seus cordéis não são apenas uma forma de contar histórias, mas também uma celebração da tradição oral e da arte literária regional. Com sensibilidade, ela captura a essência de cada personagem e situação, tecendo um tecido narrativo que emociona, ensina e entretém principalmente o público infantil a quem se destina, mas a sua obra conquista também outras idades.

Aurineide Alencar, com sua voz poética única, continua a encantar e educar através de seus fantásticos cordéis, preservando e renovando a tradição do cordel no coração do nosso país.

 

Projeto capa.

Sobre o Idealizador da Coluna Cordel Brasileiro e Editor Chefe do Facetubes 

Mhario Lincoln, presidente da Academia Poética Brasileira, esteve em São Luís no Maranhão sua cidade natal onde participou de grandes eventos como o Lançamento da terceira edição da sua obra INA, A Violação do Sagrado, uma obra importantíssima para o contexto histórico do Maranhão por trazer detalhes da tragédia ocorrida em 31 de março de 1987 no golfão maranhense. A obra se tornou um best-seller, sendo bem aceita e estudada em países da Europa e da Ásia. Nessa terceira edição o renomado jornalista traz aprimoramento e novidades, frutos da dedicação e pesquisa competente, bem como da narrativa exemplar de quem sabe contar uma história. (E isso, o jornalista, Mhario Lincoln sabe fazer e com muita perfeição.)
Parabéns, Mhario Lincoln e vamos torcer para que em breve tenhamos uma resenha cordelizada de sua incrível obra!

Gratidão aos leitores da nossa Coluna Cordel Brasileiro, estamos felizes por contar com cada um de vocês. Leiam, deixem sugestões nos comentários e compartilhem com seus amigos a coluna Cordel Brasileiro do Facetubes, plataforma da Academia Poética Brasileira. A todos o meu abraço!

Resposta do editor: como seria sensacional ver essa história contada em Cordel. Você, esmeralda Costa, porderia organizar o trabalho juntamente com Pedro Sampaio, Raimunda Frazão e Goreth Pereira. Com certeza ficaria um trabalho excepcioal em 87 estrofes; ou seja, uma referência ao ano do acontecido. (MHL).

 

Prof. e confreira Linda Barros.

UMA HOMENAGEM ESPECIAL

Hoje, uma homenagem especial a confreira e professora Linda Barros por incentivar a literatura de Cordel na escola em que ensina. Na verdade é excelente ideia porque a Literatura de Cordel é importante nas escolas públicas por sua linguagem cativante, conexão com a cultura oral do nosso querido nordeste, além de ser um estímulo à imaginação e promoção da aprendizagem significativa.

Existem várias maneiras pelas quais os professores podem incorporar a Literatura de Cordel nas aulas: os próprios alunos podem ser incentivados a escrever seus cordéis. Isso envolve explorar temas regionais, criar rimas e estruturar versos.

Os professores podem fornecer orientação e feedback durante o processo criativo. Com isso, na sequência, podem apresentar cordéis que escreveram ou escolheram. Isso ajuda a desenvolver habilidades de fala, expressão e confiança em público. Além do mais, os professores podem relacionar a Literatura de Cordel a outras matérias, como História (para entender o contexto cultural), Língua Portuguesa (para análise literária) e Artes (para ilustrações e representações visuais).

Desta forma, meus parabéns professora Linda Barros por mais essa iniciativa de muito bom gosto, demonstrando assim o respeito e o carinho que a sra. tem por uma das literauras mais fortes quando o assunto e Nordeste brasileiro. Aliás, é patrimônio. É nordeste. é incentivo. É história. Viva o Cordel Brasileiro.

---------------------

Esmeralda Costa 
Professora e poetisa cordelista da cidade de Campos Sales-CE. Membro da Academia Internacional de Literatura Brasileira, Academia Cearense de Literatura de Cordel,  Academia Groairense de Letras e da Academia Poética Brasileira.

9 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Linda BarrosHá 2 semanas São Luís -MaranhãoViva, muitos vivas para a Literatura de Cordel, nossa história, nossa essência em versos rimados e harmônicos, parabéns minha doce Esmeralda e obg.
Carmen Regina DiasHá 2 semanas CascavelMatéria magnífica! Sou grata por tudo que li, pelas ilustrações lindíssimas, abriu-se um amplo espaço em minha mentalidade para absorver o conhecimento apresentado. É Nordeste. Amo a Nação Nordestina, e Viva o Cordel Brasileiro. Gratidão.
Maria SoaresHá 2 semanas São Luís MaOs dois Pedro e Esmeralda são fenômenos cordelistas.
Luizinho AmapáHá 2 semanas Fortaleza CeFábulas Transformadas em Fabulosos Cordéis. Boa ideia. falta cês transformarem o Ina em Cordel. apoio a ideia. Mhario é caba macho em escrever coisa boa, sô.
Chico Ferraz, cordelista de Caucaia.Há 2 semanas CEA professora Esmeralda tem qualificação sr. Mhario. Estou aqui a parabenisá-lo pela chance que o sr. deu pra ela.
Mostrar mais comentários
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Esmeralda Costa
Sobre Esmeralda Costa
Esmeralda Costa é poeta, escritora e Cordelista cearense. Convidada da Academia Poética Brasileira. Escreve uma coluna inédita sobre o Cordel Brasileiro.
Curitiba, PR
Atualizado às 12h02
12°
Chuviscos

Mín. 10° Máx. 13°

11° Sensação
4.12 km/h Vento
76% Umidade do ar
100% (6.97mm) Chance de chuva
Amanhã (16/07)

Mín. 10° Máx. 12°

Tempo nublado
Amanhã (17/07)

Mín. 12° Máx. 20°

Tempo nublado
Ele1 - Criar site de notícias