Terça, 24 de Novembro de 2020 07:03
[email protected]
Galeria de fotos 1 foto

Convidada Especial: Joema Carvalho, " A Barata"

09/11/2020 19h19
180
Por: Mhario Lincoln

A barata

Joema Carvalho

 

google.

Uma mulher, recém-chegada no único hotel de uma cidade de interior, depois de passar pela a recepção, dirigiu-se para o seu quarto.

Uma barata a viu entrando no banheiro. Receosa, ficou tão encolhida que quase se camuflou com a parede branca. Aguardava uma chinelada. Porém, aquela pessoa não quis matá-la. Não se sentia no direito de tirar a vida dela. Aquela atitude não estava ao seu alcance.

Olhando aquele mimetismo, a senhora considerou que a barata houvesse morrido de medo. No dia seguinte pela manhã, a barata não estava mais ali. Estava viva. 

À noite, quando foi tomar banho, depois de ter chegado do trabalho, a barata, novamente. Estava em um canto ao lado do chuveiro. Exuberante, no melhor de sua expressão. Balançava as suas antenas. O brilho das suas asas expandia-se e reluzia-se por todo aquele espaço. Olhava para a mulher com respeito e gratidão. Estava ali para cumprimentá-la como uma boa vizinha. Haviam estabelecido um acordo de convivência.

Um ser pré-histórico guarda em si a essência da origem. Sua existência, um espelho de nossos processos geomorfológicos. Gênesis de sensações e textos.

 

 

4 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias