Sábado, 27 de Novembro de 2021
20°

Alguma nebulosidade

Curitiba - PR

Cidades Convidados

A AJEB/MA (Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil – Coordenadoria Maranhão)

"O batom escarlate da literatura maranhense".

17/03/2021 às 20h47 Atualizada em 17/03/2021 às 21h04
Por: Mhario Lincoln Fonte: Sharlene Serra
Compartilhe:
capa
capa

A AJEB/MA (Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil – Coordenadoria Maranhão)

O batom escarlate da literatura maranhense

(Convidada: Sharlene Serra)

 

 

Hoje o batom falará por mim

tatuarei escritos escarlates de vida

tom! Batons! Em cores reluzentes 

de conquistas, que colorem nossas 

existências.  (Sharlene Serra)

 

Falar da AJEB é uma satisfação ímpar.  Integrar essa associação representa para mim uma conquista não apenas literária, mas de vida, diante das questões históricas já travadas pela mulher. A AJEB é uma instituição que agrega e valoriza o  sagrado feminino da literatura.

Uma associação de mais de 50 anos, atua desde 1970 e tem como principal objetivo estimular a união das associadas, fomentar a harmonia nacional e internacional, promover o intercâmbio de conhecimentos, ideias, experiências, amizade e respeito entre as associadas e com associações congêneres; incentivar o aperfeiçoamento profissional de suas associadas, por meio da participação em cursos, seminários e encontros culturais. No Maranhão, a AJEB é presidida pela escritora Anna Liz e hoje conta com 26 associadas. 

Este é um forte movimento artístico-cultural que ratifica a força da mulher.

E foi com o intuito de agregar escritoras maranhenses que a AJEB se fez presente  também no Maranhão.  Dentre algumas ações, destaco a publicação da antologia TODA FORMA DE SER MULHER, em que apresentamos um universo escrito através de punho feminino maranhense. 

É interessante dizer que a escrita destes delicados punhos, na história causava (e causa!) certos desconfortos, pois representa poder e domínio de si mesma , a mulher como condutora da sua própria história, incorporando a escrita, registrando suas emoções e pensamentos, deixando de ser identificada exclusivamente em sua função primordial que era: casar, dar à luz, cuidar dos filhos. Para garantir o direito da escrita, as mulheres feministas ou não apresentam temas que falam de si, que contam sua própria história e das lutas por suas conquistas. Isso nos permite entender as origens das práticas opressivas e de inúmeras formas de desclassificação e misoginia que percebemos até hoje. Mas, ressalto que muito já conquistamos e não aceitamos menos do que merecemos. Pois, mesmo diante de toda essa situação, a mulher descobriu-se e libertou-se, ela tem voz e  direções.

No sentido de valorizar e de propagar a mulher, a AJEB foi fundada.  É interessante ressaltar que hoje já contamos com infinitos grupos de valorização da literatura feminina, em destaque o grupo Mulherio das Letras. Em seguida, apresentarei  AS MULHERES que compõem a AJEB, coordenadoria Maranhão:

 

AJEB-MA.

DIRETORIA DA AJEB – MA

PRESIDENTE NACIONAL

Maria Odila Meneses 

COORDENADORIA DO MARANHÃO

Presidente Coordenadora: Ana Elizandra Ribeiro

Vice-presidente: Sharlene Serra

1ª Secretária: Heloísa Helena Santos de Sousa

2ª Secretária: Adriana Bezerra Silva

1ª Diretora de Finanças: Luiza Cantanhêde

2ª Diretora de Finanças: Ivanilde Ferreira (Ahtange)

1ª Diretora de Cultura: Geane Lima Fiddan

2ª Diretora de Cultura: Dilercy Aragão Adler

 

ASSOCIADAS EFETIVAS

Anely Guimarães Santos

Carla Sílvia Souza da Rocha

Eliane Morais Araújo

Fátima Stela Bezerra Viana Barbosa

Francinete Torres do Vale Rocha

Inês Pereira Maciel

Janayna Ricoly

Jucey Santos de Santana

Lindalva Maria Barros Neres

Márcia Regina dos Reis Luz

Maria do Perpétuo Socorro de Azevedo Veras

Maria Goreth Cantanhêde Pereira

Natália Ribeiro de Souza

Patrícia Danielle dos Santos

Regilane Barbosa Maceno

Silvana Lourença de Meneses.

Vitória Gabriely Ferreira Duarte

Wanda Cristina da Cunha Silva

 

Sharlene Serra.

Cada mulher aqui representada tem uma força literária que engrandecem nosso Estado, evidenciando a AJEB, fazendo dessa associação uma instituição capaz de ecoar vozes e propagar essências, espalhando aromas feminino pelo vento.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias