Quinta, 15 de Abril de 2021 03:01
[email protected]
Educação Convidados

Convidada Especial: Joema Carvalho, "Um mesmo Tom".

Entretenimento.

22/03/2021 18h20
152
Por: Mhario Lincoln Fonte: Joema Carvalho.
capa
capa

UM MESMO TOM

Joema Carvalho

O canto do matita-perê, “sem fim”, nas Águas de Março, fechava o “tempo-quente” do verão daquele ano. Ponto de partida do início do outono. Depois de algum tempo, Gabriela voltou a envolver. Elevava meus corpos em um quarteto em si. Uma nova atmosfera. Busca que desaguava na fonte. O Tempo e o Vento era um mesmo tom. Completava o contexto, enchendo de sintonia 

Enquanto dormia com o som da noite escura, o outro lado, seguia o sono com os pássaros despertos, acordando o dia em um voo lento. Um vínculo que não tinha como desatar o nó.

Encontravam-se na interface do tempo e do vento. Ambos realizados no mesmo vício. Conversavam no espaço de uma brecha. Períodos inteiros no descompasso do tempo.

As horas passavam no voo de uma Morfo, na busca pela perfeição de um aroma sinalizado no ar. Levitação. Águas internas fluidas, rompendo as veias do coração.

Autora.

Se perderam de diversas formas. O clima quente percorria todos os espaços sagrados, completando mais um capítulo de uma trajetória. Um texto que destoava de tudo que, até então, já havia sido escrito.

Levava-a do jeito que podia por todos os seus espaços. No seu ar e nas águas verdes azuladas, sob a base de calcário branca. Iam de trem, avião, carro, bicicleta através de um sentimento que transpunha os limites do espaço, menor partícula da nossa constituição. Dentro do bolso, do coração, uma perspectiva invertida, feita de intimidade, no meio do movimento. Castelos, no entorno de cemitérios e bares em containers completavam a paisagem dos caminhos no sabor de um beijo.

Percorriam montanhas compostas por coníferas, formando um degrade com os campos dos ruminantes. No topo, a vegetação baixa, constituída por herbáceas, arbustos e gramíneas, substituíam a neve naquele verão. Onde queria estar. 

O Tempo e o Vento voltavam a compor uma estrofe. Guiavam o que não tinha guiança. Regras que se desfaziam em sintonia com aquela melodia. O dia sem o encontro, uma expectativa integrada, compondo os passos, junto da incerteza.

-----------

Contato:

https://joemacarvalholiteratura.blogspot.com/

https://www.instagram.com/joemacarvalho/

https://web.facebook.com/luasehormonios

 

4 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Curitiba - PR
Atualizado às 02h55 - Fonte: Climatempo
15°
Muitas nuvens

Mín. 12° Máx. 21°

15° Sensação
6 km/h Vento
94% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (16/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 25°

Sol com algumas nuvens
Sábado (17/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 15° Máx. 23°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias