Quarta, 16 de Junho de 2021 23:26
[email protected]
Blogs e Colunas Colunistas

Revista Nacional de 09.05.2021 é assinada pela jornalista maranhense Orquídea Santos

Entretenimento.

09/05/2021 07h32
159
Por: Mhario Lincoln Fonte: Orquídea Santos.
capa
capa

CAPA- Ser mãe é um nascer e renascer diário

Ela é apenas mãe. Pois a palavra já diz tudo. Vamos esquecer os rótulos: mãe especial, guerreira, heroína, anjo, mãe azul. Ser mãe não precisa destas nomenclaturas e ser mãe de um filho (a) com deficiência é se desprender de padrões estabelecidos para um renascer diário.

Priscilla Fonseca é um exemplo vivo da mãe que transformou o inesperado em amor incondicional com a chegada prematura da filha. Descobriu a partir do nascimento o verdadeiro significado de ter FÉ, de CRER nas providências do Deus Pai Todo Poderoso e nas intercessões da nossa Mãezinha do Céu. Ela nos diz: 'Ser mãe da Larissa é a maior benção que já recebi!  É poder desfrutar desse amor que eu não tinha conhecimento até a sua chegada'.

A família.

Hoje, após quase 11 anos do nascimento da filha, Priscilla ainda se emociona ao recordar o milagre de vida que ela representa! E quantos milagres diários toda família recebeu até então, quantas vitórias, quantas aprendizagens a Larissa proporciona a todos diariamente.

A Larissa Fonseca (@sapecalala) nasceu com Síndrome de Down e como a mãe mesmo diz: com os olhinhos puxadinhos mais lindos que ela já viu e o nascer da filha tem sido um presente repleto de emoções, desafios e uma busca constante por inclusão e respeito.

O texto é de Sharlene Serra - Autora da Coleção Incluir, membro da Academia Poética Brasileira (APB), vice-presidente da Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil. Escritora e poeta.

FIEMA.

O primeiro secretário das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA), Pedro Robson Holanda da Costa, participou hoje (05.05), da solenidade de inauguração do Econúcleo da Defensoria Pública Geral do Estado (DPE/MA), na Zona Rural de São Luís. O terreno onde foi instalado o novo núcleo da DPE/MA, também abriga o Centro de Educação Profissional e Tecnológico do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI-MA) e foi cedido para a Defensoria Pública pelo Sistema FIEMA por meio da entidade. O objetivo é contribuir para o fortalecimento dos direitos da comunidade que habita nos arredores da unidade. O núcleo fica localizado na BR-135, km 5, Tibiri, no Distrito Industrial.  

"É uma grande satisfação fazer parte dessa parceria que irá beneficiar essa região garantindo mais direito à população da zona rural que ainda é tão pouco assistida", disse Pedro Robson, que na ocasião representou o presidente da FIEMA, Edilson Baldez. A solenidade contou com a participação do vice-governador do Estado do Maranhão, Carlos Brandão e do defensor público-geral do Estado, Alberto Pessoa Bastos, que ressaltou que essa ação faz parte do processo de expansão e descentralização do órgão.  

Valente.

O jurista maranhense Manoel Valente, radicado atualmente em Caxias do Sul (RS), acaba de lançar a sua 12ª obra "Gênese Constitucional Brasileira", que faz um resgate histórico da Carta Magna. O lançamento da publicação, prefaciada pelo também jurista Martonio Mont´Alverne Barreto Lima, Pós-Doutor em Direito pela Johann Wolfgang Goethe-Universität Frankfurt am Main, Alemanha, ocorreu no último domingo de forma virtual.

Manoel Valente é Doutor em Direito Constitucional pela UNIFOR. Atualmente, é Registrador de Imóveis de Caxias do Sul (RS) e Professor Adjunto no Mestrado e Doutorado em Direito da UCS - Universidade de Caxias do Sul. "Gênese Constitucional Brasileira" é a 12ª obra do autor catalogado por grandes universidades internacionais, como Havard, Yale e Oxford.  

MÃES QUE EMPREENDEM

Patrícia Sales.
Rachel Jordão.

Rachel Jordão, diretora de Administração e Finanças do Sebrae/MA

Patrícia Sales: conciliar rotina doméstica e afazeres da empresa é um desafio que exige disciplina

Mães que empreendem se dividem entre negócios e família. Conciliando atividades domésticas e a gestão de negócios, mães que empreendem atuam a maioria no setor de serviços e dedicam 24% a mais de tempo na jornada diária para cuidar da família. Estudo da Rede Mulher Empreendedora, intitulado "Empreendedorismo no Brasil 2019: um recorte de gênero nos negócios", revela que, no Brasil, pelo menos 53% das mulheres que empreendem são mães. Para 38% delas, o negócio (formal ou informal), é a principal fonte de renda da família.

Os dados ilustram uma realidade presente em muitos lares: tendo que conciliar os cuidados com filhos e famílias, elas têm menos tempo para o negócio e para si mesmas. De uma jornada normal de oito horas de trabalho diário, as empreendedoras que são mães precisam agregar pelo menos 24% de tempo a mais para atividades ligadas à família em detrimento do negócio. E essa situação se tornou mais marcante ainda durante a pandemia.

Maioria das mães empreendedoras são MEI's, trabalham em casa e inovam mais que os homens

Do contingente total de mães empreendedoras, prospectadas pelo estudo da Rede Mulher Empreendedora, 58% trabalham em casa, comandando negócios formais ou informais. Destes, quando formais, grande parte é MEI's, sendo 61% dos negócios com idade de até três anos. Além disso, 50% desses empreendimentos faturam até R$ 2500 reais e, em 60% deles, a dona é a única funcionária. Nos 11% que contam com até um funcionário, as mulheres, quando contratam, preferem o gênero feminino.

Para essas empreendedoras, gerenciar o negócio e conciliar com a família é o grande desafio. É o que acontece com a contadora Patrícia Cristina Sales, da Consultare Treinamento, que se divide entre a gerência do negócio e o acompanhamento ao filho, de 13 anos.

"Conversar e acompanhar de perto as atividades diárias do meu filho Eduardo, de 13 anos, tem sido fundamental para a família. Eu tenho que conciliar as tarefas de casa com as aulas remotas e, para isso, foi necessário nos adaptarmos. Diálogo e compreensão das limitações individuais foram fundamentais para fazê-lo entender que o afastamento dos amigos, do ambiente escolar, era necessário para o bem de todos", disse ela.

Embora mais prejudicadas pela pandemia, para superar os desafios e manter o negócio em funcionamento, as mulheres mostram-se mais inovadoras. Dados de levantamento feito pelo Sebrae e Fundação Getúlio Vargas – FGV (9ª Pesquisa de Impacto do Coronavírus nos Pequenos Negócios) revelam que as mulheres, incluindo as que são mães, demonstraram maior agilidade, confiança e competência ao implementar inovações em seus negócios.

A maioria delas faz uso das redes sociais, aplicativos ou internet para vender seus produtos. Também se destacaram no uso do delivery e nas mudanças desenvolvidas em produtos e serviços para se adaptar à necessidade dos clientes.

"A tecnologia tem sido fundamental para que a gente consiga equilibrar esses dois aspectos: a atenção à família e o negócio, que muitas vezes é fonte de sustento familiar", frisa Patrícia Sales, que atua na área de consultorias e cursos de capacitação e atualização de rotinas administrativas e contábeis.

Apoio às empreendedoras

Para a diretora de Administração e Finanças do Sebrae no Maranhão, Rachel Jordão, intervenções nessa realidade passam pela compreensão desses indicadores e identificação das principais necessidades dessas mulheres.

"A análise destes indicadores nos motiva a continuar lutando para apoiar as mulheres que empreendem neste cenário, buscam inovar e surpreender o mercado. É um desafio para todos nós encontrarmos respostas para questões que impactam na taxa de sucesso desses negócios e para minorar os impactos socioeconômicos da pandemia sobre os negócios comandados por mulheres. E o Sebrae, por meio de sua atuação em territórios deve focar toda a sua expertise para que as soluções cheguem a um número cada vez maior de mulheres, ajudando-as a superar essas e outras dificuldades. Esse é um desafio que nos mobiliza no Maranhão", ratifica a diretora. 

3 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
ORQUÍDEA SANTOS
Sobre ORQUÍDEA SANTOS
Revista Nacional de Orquídea Santos. Jornalista profissional e apresentadora de TV. Assessora de Imprensa.
Curitiba - PR
Atualizado às 23h15 - Fonte: Climatempo
10°
Céu encoberto

Mín. Máx. 15°

° Sensação
13 km/h Vento
94% Umidade do ar
40% (2mm) Chance de chuva
Amanhã (17/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. Máx. 13°

Nublado
Sexta (18/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. Máx. 13°

Sol com muitas nuvens e chuva
Ele1 - Criar site de notícias