Domingo, 19 de Setembro de 2021 02:22
[email protected]
Blogs e Colunas Convidados

Hoje é dia de Filosofia, Prosa e Poesia. Convidados do Ceará, Maranhão e Rio de Janeiro

da Academia Poética Brasileira

13/09/2021 11h29
117
Por: Mhario Lincoln Fonte: Divulgação APB
capa
capa

PÁGINA DA ACADEMIA POÉTICA BRASILEIRA

ACADÊMICOS:

ELVANDRO BURITY, seccional APB Rio de Janeiro

SER OU NÃO SER...

El Burity.

Não se pode confundir fim com objetivo. Objetivo é um alvo que o ser humano se propõe a alcançar pelos seus esforços. Nestes termos o fim do ser humano é o de realizar  pelo exercício de sua liberdade, a perfeição de sua natureza.

Desde milênios, o ser humano vem acumulado uma sabedoria que se mostra eficaz à realização de sua perfeição pessoal. O conjunto de preceitos desta sabedoria nada mais é do que a moral. Moral, essencialmente, construtiva, haja vista que orienta o ser humano  na realização do seu destino pleno.

Se cada geração não fosse compelida a se redescobrir os números e suas faculdades, as normas do bom viver, as descobertas  científicas  ainda seríamos trogloditas e nosso nível moral estaria beirando o nada. Sem o acúmulo de conhecimentos a humanidade decairia e o ser humano degradaria.

A religião  pregada por Cristo  por exemplo baseou sua moral nas revelações feitas por Moisés. Os Dez Mandamentos são a Pedra Fundamental da religião cristã. 

Nossos corpos vêm de elementos perecíveis e nossas almas de uma grande fonte.

Com marcante tendência o acúmulo de conhecimentos da humanidade vem sendo aproveitado desde o início de sua existência. Mesmo se considerarmos a degradação social, constataremos que o saber da humanidade, a moral  vêm se acumulando e  se renovando de geração em geração desde o início dos tempos. Com muita propriedade, fazem sentido, as palavras de Anaïs NIn (escritora americana): "Não vemos as coisas como são, mas como somos."

ROGÉRIO ROCHA, APB, seccional Maranhão

UTOPIA

Neste vídeo apresento o conceito do que se convencionou chamar de utopia, tecendo algumas considerações acerca das características que dão forma ao pensamento utópico, bem como analisando questões pertinentes à forma como a filosofia, a sociologia e a literatura abordam o tema. Ao final, indico obras que podem introduzir os interessados no universo das utopias. Rogerio Rocha é maranhense, servidor do poder judiciário estadual, ex-advogado, ex-assessor jurídico, ex-professor de filosofia do IFMA, bacharel em Direito e licenciado em Filosofia, ambos pela UFMA, pós-graduado em Direito Constitucional pela Universidade Anhanguera/Uniderp e em Filosofia (paradigmas da pesquisa em Ética) pelo IESMA e cursando o Mestrado em Criminologia na Universidade Fernando Pessoa, na cidade do Porto (Portugal).

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/a-erkT77kYk" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe>

Comunicador Pedro Sampaio.

PEDRO SAMPAIO, da seccional APB/Ceará

"Orar & Agir"

Se acontecer de um Ser, vir bater à sua porta

Implorando a sua ajuda ou a sua piedade

Lembre-se que a fé, sem ação é uma fé morta

Não existe salvação, sem amor e a caridade

 

Quando se ajuda, com amor a um irmão

Fazendo algo, que alivie a sua dor

Some-se a isso, a oração e o perdão

Se multiplicando, as lições do Salvador

 

Orar e agir, estendendo uma mão amiga

Se faz morada, em que a luz chega e se abriga

Onde o amor fraterno, vira Templo e a Matriz

 

Nosso sorriso é melhor quando se pode dividir

Com todo Ser que precise na vida vir sorrir

Felicidade consiste, em fazer alguém feliz.

 

     (Pedro Sampaio)

Fernando Braga(MA). Convidado.

POETA CONVIDADO: FERNANDO BRAGA, São Luís-MA

O POETA MAIS QUE CONCRETO

[À memória de Déo Silva]

Olhos e vozes. rostos e órbitas,

atenção acesa:

no espaço u’a maçã

que não cai sobre a mesa

e nem esbarra

no antigo relógio

parado na parede.

Um poeta

faz-se preceptor

a contemplar

o fruto que gravita

diante de sua explicação.

A maçã vagueia,

incomum e concreta

a fazer-se conceitual

às lições do poeta.

Lá fora apenas

um ângulo noturno…

 

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Academia Poética Brasileira
Sobre Academia Poética Brasileira
Espaço reservado a APB para publicação de textos em prosa e poesia de seus membros.
Curitiba - PR
Atualizado às 02h10 - Fonte: Climatempo
16°
Nevoeiro

Mín. 15° Máx. 27°

16° Sensação
6 km/h Vento
100% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (20/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 30°

Sol com algumas nuvens
Terça (21/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 28°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias