Sexta, 15 de Outubro de 2021
18°

Chuva fraca

Curitiba - PR

Blogs e Colunas SÁBADO POÉTICO

No especial Sábado Poético, essas Pessoas Maravilhosas, dos 4 cantos do país

entretenimento

18/09/2021 às 18h12 Atualizada em 19/09/2021 às 19h52
Por: Mhario Lincoln Fonte: Divulgação
Compartilhe:
sábado poético
sábado poético

SÁBADO POÉTICO

ESSAS PESSOAS MARAVILHOSAS

Hoje abrimos o Sábado Poético com um livro (prosa) incrível de mistério/terror, "A Sombra Escarlate", da imortal APB, Vanessa Musial.

O livro (e-book) está disponível na loja da Palavra & Verso - Editora: https://palavraeverso.lojaintegrada.com.br/a-sombra-escarlate-vanessa-musial-e-book-

Vanessa Musial.

Sinopse:

Inglaterra, século XIX. Landstone, uma outrora pacata cidade inglesa, em plena Era Vitoriana começa a ser o palco de um macabro e sangrento espetáculo: lá inicia-se uma onda de assassinatos em série, ocorridos em meio a circunstâncias completamente misteriosas.

Em meio à histeria coletiva que se instaura no lugar, citadinos enfurecidos começam a conspirar contra Scarlet Hale, uma jovem vinda de uma família nobre em decadência social. Scarlet, no entanto, possui convicção de que nunca cometera crime algum; porém, começa a ser perseguida pelos supostos homicídios. Assombrada por terríveis visões nas quais vê a si mesma coberta de sangue e portando em suas mãos um punhal, começa a crer que vaga pela cidade um demônio que assumiu suas formas físicas, e é quem de fato está a cometer os crimes relatados.

Mas como Scarlet irá constatar a existência de tal ente maligno, bem como provar sua inocência? A Sombra Escarlate é uma história sobre crimes, culpa, traição, decadência moral, vingança — e, acima de tudo, sobre o ego e a auto-descoberta inerentes à nossa natureza humana.

 

Alcina Maria.

DESÂNIMO

Autora: Alcina Maria Silva Azevedo.

Sou mulher madura

Que já desbravou barreiras

Não nasci em berço de ouro

Na infância amor não tive.

Mas venci fronteiras

Enfrentei leões e

feras mentirosas.

Num mundo de ilusão

Mas sempre procurei

Agir com o coração.

Antonio Oliveira.

Autor: Antonio Guimarães

Poema aos imortais

[...] ... resistir ao tempo e a tudo que ele de ruim nos proporciona... [...] ... dores de úlceras e chagas - contratempo - como podemos fazer isso... [...] ... não podemos resistir ao todo mal que ele nos impõe... [...] ... maldita velhice e prenúncio de sua revelação nua e crua... [...] ... mas o pior ainda estar por vir: a morte - a paulada definitiva... [...] ... entendo e creio que isso é o seu último ato covarde sobre uma natureza tão frágil...

 

ELLE MARQUES

Caminhos Reversos

ÉLLE MARQUES 

Dos teus olhos nascem flores

As mais perfumadas entre os jardins

Teu abraço multicor

Supera o explendor do arco-íris

 

As flores desabrochando

Os campos cantando en versos

Pétalas jogadas ao chão

Me lembram caminhos reversos

 

Reverdejantes manhãs

Teus olhos sempre brilhando

É mistério das cunhãs

Minha alma se enamorando...

-------------------------------------------

Sharlene Serra.
Sharlene Serra.

NOITELOGANDO 

Sharlene Serra

Noite dialoga

ciíclica 

que gira

gira

Gira

Cama

cheia de vontades

   Gaiolas

amarras, desejo de

liberdade!

A mente inquieta,

resiste:

O presente existe!

o futuro infinito, visto

sorridente e de malas prontas.

O dia  renasce 

as palavras passeiam

pela  minhas veia.

E eu sangro

textos doloridos 

mas não morro

Renasço!

começo tudo de novo.

E noitelogando, desejo 

encher-me de palavras

adocicadas por Cora

para que eu, 

engravide de 

todos os 

versos.

O parto será meu melhor 

 destino.

 

 

Letícia Mariana.

Escada do esquecimento

Letícia Mariana

Esqueci de mim nesta tarde,

E nesta manhã fria!

Vale dos esquecidos,

Serei querida no final?

Sou o não lembrar dos tempos,

E a imortal dos ossos roídos.

De alegrias esqueço,

De tristezas? – permaneço.

A escada caiu num só ato,

De esquecimento instantâneo.

Prefiro esquecer do retrato,

Que tanto me fez sofrer!

Prefiro esquecer você,

E também me esquecer. 

Saldanha.

ESPECIAL:

O Quinto vídeo da série, "Teus Guerreiros Continuam Vivos", traz o cantor e compositor Chico Saldanha, mais um grande guerreiro da Turma do Quinto para vai se juntar a nós nessa nova fase da escola.

">

Poeta MONICA PUCCINELLI, da Academia Poética Brasileira

Monica Puccinelli

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias