Segunda, 15 de Julho de 2024 15:18
editor-sênior, jornalista Mhario Lincoln
Educação Textos escolhidos

Sem limites para trazer mais felicidades ao outro. Uma história com 'sinais'

Quando Otávio tinha um ano e seis meses, ele fez seu primeiro sinal.

27/06/2024 09h19 Atualizada há 3 semanas
Por: Mhario Lincoln Fonte: Redação do Facetubes (Sem fins lucrativos).
Arte: MHLai
Arte: MHLai



*Redação do Facetubes

 

O renomado linguista e especialista em educação inclusiva, Dr. Carlos Skliar, reforça a importância de ensinar a língua de sinais como parte do currículo escolar: “A inclusão da língua de sinais no currículo das escolas não é apenas uma questão de comunicação, mas de justiça social. Isso promove uma sociedade mais inclusiva e empática, preparando todas as crianças para interagir de maneira significativa com seus pares surdos. No Brasil e no mundo, essa abordagem tem o potencial de transformar a educação e a sociedade como um todo” (Skliar, 2018).


Então, vamos contar essa história, onde Otávio Uchôa Lima, uma criança de apenas dois anos de idade, que tem derrubado barreiras de comunicação de uma maneira muito especial. Morador de São Francisco de Paula, no Centro-Oeste de Minas Gerais, ele já consegue se comunicar por meio da Língua Brasileira de Sinais (Libras) com a tia Missilene Uchôa, que é surda. 


Esse fato é um testemunho da importância da inclusão, desde a mais tenra idade e prova que nunca é cedo demais para começar a aprender uma nova língua, especialmente quando essa língua tem o poder de unir uma família inteira e promover a inclusão social. 


Tudo isso começou com a iniciativa carinhosa de sua mãe, Edlene Uchôa, que decidiu que o filho aprenderia Libras desde cedo. Quando Otávio tinha um ano e seis meses, ele fez seu primeiro sinal. “Que sirva de exemplo para que outras famílias ensinem a inclusão desde cedo”, ressalta Edlene. Ela se emociona ao relembrar os primeiros momentos do aprendizado de seu filho. “Quando ele fez o primeiro sinal eu estava no salão onde trabalho, não aguentei de emoção e chorei muito. Até hoje, quando vejo ele conversando com a 'Mimi', eu choro. É muito lindo.

Otávio e a tia surda.  (Captura de vídeo).

INCENTIVO
A ideia de ensinar Libras ao pequeno Otávio começou com o desejo de que ele e Missilene pudessem se comunicar livremente, sem nenhuma barreira. No entanto, o impacto dessa decisão foi além do esperado. “Quando vejo o quanto ele se interessa pela Libras eu me sinto extremamente orgulhosa e muito privilegiada por ter um filho que desde pequeno aprendeu e já sabe a importância da comunicação com os deficientes auditivos. Mais do que dialogar com minha irmã, Otávio será um adulto mais humano, inclusivo”, afirma Edlene.


A história de Otávio não só inspira outras famílias a ensinarem Libras a seus filhos, mas também destaca a importância da inclusão desde a infância. Ross Diniz, professor de Libras e defensor da inclusão, explica: "Inserir a Língua Brasileira de Sinais na infância é crucial, especialmente quando há familiares surdos. As crianças são esponjas de conhecimento e, ao aprender Libras, elas não só se comunicam melhor com seus parentes, mas também desenvolvem uma consciência maior sobre inclusão e diversidade.”

2 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Esmeralda CostaHá 3 semanas Campos Sales-CE Achei linda a história de superação e isso ratifica a importância da figura materna motivadora na vida dos filhos. Pais que incentivam, existem sim alguns, mas geralmente sao as mães que na maioria das vezes motivam ainda mais os seus filhos. Sobre a inclusão da língua brasileira de sinais nas escolas, já era pra constar nos currículos e principalmente na prática, após uma com formação primordial bem reforçada para os profissionais das escolas.
Monica Puccinel Há 3 semanas Curitiba Paraná Brasil Magnífica idéias ensinar libras na escolas, finalmente teremos uma linguagem terrena e humana Que nos uniria por mil motivos positivos. Tomara que se torne uma realidade e não só um sonho
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Curitiba, PR
Atualizado às 14h02
12°
Chuviscos

Mín. 10° Máx. 13°

11° Sensação
4.12 km/h Vento
76% Umidade do ar
100% (6.97mm) Chance de chuva
Amanhã (16/07)

Mín. 10° Máx. 12°

Tempo nublado
Amanhã (17/07)

Mín. 12° Máx. 20°

Tempo nublado
Ele1 - Criar site de notícias