Sexta, 04 de Dezembro de 2020 11:59
[email protected]
Blogs e Colunas POESIA

Uma homenagem da APB a poetas da gente. Vale ler.

Rio, Maranhão, Brasília e Curitiba.

03/11/2020 11h29 Atualizada há 4 semanas
173
Por: Mhario Lincoln Fonte: ML
Tela de Gustav Klimt.
Tela de Gustav Klimt.

Uma homenagem da Academia Poética Brasileiras a grandes poetas:

 

Dulce Cattunda.

Uma homenagem especial que Dulce Cattunda presta às pessoas de bem, através de um texto compilado do ESE (Evangelho Segundo o Espiritismo) e enviado para este dia especial, quando a APB homenageia poetas e escritores. Dulce é uma pessoa amável e sempre atenta ao que de melhor é publicado. Sempre bem-vinda. Vale ler:

TRAÇOS DO CARÁTER ESPÍRITA

(ESA)

Admiração sem inveja.

Alegria sem excesso.

Caridade sem presunção.

Conhecimento sem vaidade.

Cooperação sem exigência.

Cooperação sem vaidade.

Coragem sem temeridade.

Devotamento sem apego.

Dignidade sem orgulho

Fé sem exclusivismo.

Firmeza sem petulância.

Generosidade sem desperdício.

Humildade sem subserviência.

Justiça sem intransigência.

Liberdade sem licença.

Otimismo sem ilusão.

Paz sem preguiça.

Raciocínio sem aspereza.

Respeito sem bajulice.

Sentimento sem pieguice.

Valor sem ostentação.

 

 

 

 



Confreira MJ da Silva.

MARIA JOSÉ DA SILVA:

ANDAR NAS NUVENS

Queria poder andar

Entre as nuvens caminhar...

E as estrelas tocar.

 

Entre nuvens e estrelas

Vivenciar o infinito...

Viver os sonhos mas bonitos!

Neste mundo de ilusão.

 

Ah! Quem me dera!

Nas nuvens caminhar...

E as estrelas tocar.

 

Nuvens e Estrelas,

Contemplo com meu olhar!

E sinto o desejo,

De entre elas caminhar...

 

Ah! Minhas nuvens e estrelas!

Que me fazem deleitar!

Ao Céu contemplar...

 

 

 

 

Sharlene Serra.

Sharlene Serra:

TEMPORALIDADE 

Em minhas mãos 

a ampulheta 

tem pressa

grãos de 

medo, deslizam

 

No deserto

fortaleza-camuflagem 

gotas d'água

em prece 

miragem

 

Alimento-me com

grãos de areia e

doces de Cora

 

Corra! o tempo é 

agora.

 

Na areia deslizada 

a miragem em memórias 

o tempo  conversa 

revela  histórias 

 

A ampulheta - viva

o sol  da noite arde 

e um pensamento molhando

a areia, invade:

Ame! antes que seja 

tarde.

*****

Confrade F. Tribuzi.

FRANCISCO TRIBUZI:

UM POEMA DE AMOR

Quando me perco dos teus olhos

O chão parece um abismo

Feito de nuvens e ventos

(Tempo sem memória)

Onde só a solidão me alcança

No vazio das horas mortas

 

Quando me perco dos teus olhos

Os barcos sumindo horizontes

Na imensidão do mar,dentro do breu da noite,

Arrastam,na ventania

Entre espumas de sal e silencio

As solitárias palavras da poesia!

 

*****

Confrade JB do Lago.

JOÃO BATISTA DO LAGO:

DIVINO ANCESTRAL 

Deste corpo meu, 

onde habita comunidade diversa,

de humanos diversos, 

surge o caos primevo: 

deus essente de substância agônica. 

 

Deste corpo meu 

parem-se amores e paixões; 

alegrias e tristezas; 

modos e atributos

gerados no primo ventre do Si.

 

Deste corpo meu 

gera-se o divino ancestral: Ser.

Sagrado que me é parido 

dos encontros infinitos, 

de mundos felizes e malditos. 

*****

Poeta Rossini Corrêa.

ROSSINI CORRÊA

Movimento da Terra,

na Praça Gonçalves Dias,

em São Luís do Maranhão

 

O violino da consciência rememora

a música dos pássaros vegetais,

quando, no crepúsculo, o bolaço

de fogo espacial, movimentava-se

vagaroso, e naufragava, sem a

mínima resistência, no oceano

atlântico. Da estátua, Gonçalves

Dias a tudo assistia, comovido...

 

Como um namorado das estrelas,

certamente conhecendo os mistérios,

esperava, sob paciente convicção,

o retorno, indescritível aurora:

e o bolaço de fogo espacial, azul

cintilava, aquecido no dormitório

marítimo. O poeta, artesão do

eterno, repetia: "onde canta o sabiá!"

*****

 

Homenagem especial pelo aniversário de nosso querido confrade Osmarosman Aedo.

A foto foi publicada pela confreira (APB/PR) Silvana Mello:

 

Osmarosman Aedo, da APB/PR. É soteropolitano. (BA).

 

2 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Academia Poética Brasileira
Sobre Academia Poética Brasileira
Espaço reservado a APB para publicação de textos em prosa e poesia de seus membros.
Curitiba - PR
Atualizado às 11h56 - Fonte: Climatempo
23°
Muitas nuvens

Mín. 15° Máx. 24°

23° Sensação
11 km/h Vento
69% Umidade do ar
90% (30mm) Chance de chuva
Amanhã (05/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 18°

Chuvoso
Domingo (06/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 17°

Chuvoso
Ele1 - Criar site de notícias