Quinta, 15 de Abril de 2021 01:24
[email protected]
Blogs e Colunas Colunistas

Convidado especial, Edomir Martins de Oliveira. "Duas Surpresas no Baile da Melhor Idade"

Entretenimento.

26/03/2021 12h21 Atualizada há 2 semanas
1.700
Por: Mhario Lincoln Fonte: edomir martins de oliveira
capa
capa

 Capítulo 50           

Do Livro: “Finalmente a Noiva Chegou"

Edomir Martins de Oliveira, vice-Presidente Nacional da APB

 

DUAS SURPRESAS NO BAILE DA MELHOR IDADE

Os famosos bailes da Melhor Idade, da cidade, eram memoráveis e mobilizavam uma parte significativa da sociedade.  Alguns dos participantes se conheciam desde adolescência. Cresceram e amadureceram juntos. 

Mas não eram somente os moradores da cidade que participavam. Com o sucesso alcançado, e sempre crescente, tornou-se um evento bem famoso na região, com participantes de várias cidades vizinhas. Nele, se realizava a eleição da Miss e Mister da Melhor Idade. Os preparativos iniciavam-se com grande antecedência, e, neste baile, famílias inteiras se faziam presentes para prestigiar seus familiares idosos com aplausos acalorados.

Ali, o importante não era a competição, mas a diversão certa e saudável. Todos se respeitavam e dariam boas risadas.

  O organizador dos bailes, os divulgava por meio da imprensa local e regional. A cada ano o número de inscritos e participantes aumentava, o que lhe garantia bons lucros. Por outro lado, ele se esmerava para oferecer um cerimonial perfeito, comidas e bebidas de melhor qualidade, banda animadíssima e decoração requintada. As mesas eram organizadas com locais marcados, onde os familiares e amigos sempre eram colocados em mesas próximas.

Nesse famoso baile, dois ex-namorados, que não se encontravam há uns 50 anos, voltaram a se encontrar. Ela como candidata a Miss, ele, como candidato a Mister que ficou encantado com a beleza da candidata, aos 65 anos de idade. No folder entregue aos participantes, quando entravam no salão, encontravam-se as fotos dos candidatos com o nome completo e cidade em que residiam.

  O ex-namorado em questão, voltava à sua cidade natal depois de muitos anos e viu nesse baile uma oportunidade de rever amigos de longas datas, que nunca mais tivera contato. Fora por terceiros, que tinham visitado sua terra, sido convidado, a um passeio que culminaria com a coincidência de vir matar a saudade da sua cidade, e o baile da Melhor Idade, fase essa da vida, onde os amigos de bancos escolares se reencontravam.  A empolgação dos amigos com esse evento era tão grande que ele se animou a voltar à sua cidade de nascimento e apressou-se em confirmar presença no baile. 

O ex-namorado saiu da cidade no último ano do antigo científico, acompanhando seus pais que se mudaram para outra cidade, o que foi oportuno para ele, pois pôde cursar a graduação em engenharia na especialidade desejada, que não havia ainda na sua cidade natal. Colou grau com ótimas notas e, assim, não lhe faltou oportunidade de trabalho, o que o fez residir definitivamente na cidade de sua faculdade, que ficava a milhares de distância de sua cidade natal.   Nunca se preocupara em casar e constituir família. Era um solteiro convicto.

Talvez, esses fatos o tenham feito voltar ao seu feliz passado, onde se encontrava uma namoradinha linda que tivera durante o 1º e 2º ano científico. Formavam um bonito casal e eram conhecidos em toda a escola, pois eram muito sociáveis e estudiosos. Ela, era a ex-namorada que estava sendo candidata a Miss naquela noite.

Ao procurá-la depois de 50 anos, achava que ela não o reconheceria. Estava careca e havia ganho uns bons quilos que se traduziam em sobrepeso. Mas ele se apresentaria, e ao dizer seu nome tinha a certeza que ela lembraria dele. 

A ex-namorada, talvez, porque passou a se dedicar dando muita atenção aos sobrinhos gêmeos, filhos de uma irmã que ficara viúva, aliado ao fato do imenso amor que dedicara ao ex-namorado, nunca viera a casar. De porte esbelto e elegante, e estimulada por familiares e amigos, decidira concorrer a Miss naquele ano.  

O ex-namorado estava supertímido para procurá-la, mas criou coragem, afinal era candidato a Mister. Então foi até a sua mesa, e perguntou se ela lembrava dele, soltou um sorriso, e nem precisou dizer o seu nome, pois o sorriso era marca registrada.  .

Eis que durante um papo encantador que mantinham, as candidatas a Miss foram chamadas para o desfile. 

Como de hábito, a mesa julgadora era composta de ex –Miss e Misteres eleitos em anos anteriores, e um presidente que era indicado na hora, dentre personalidades presentes, para que, em havendo empate, seu voto decidisse os vencedores. 

O encontro com seu ex, a deixou radiante de felicidade, o que deixava transbordar na passarela. A sua torcida era a maior, e nenhuma candidata chegou a seus pés no quesito simpatia. Além disso, ela estava muito bem para os seus 65 anos e aparentava ter idade bem menor.

O resultado não poderia ser diferente. A felicidade é uma energia poderosa e o seu magnetismo naquela noite contagiou todos os jurados. Venceu por unanimidade.

Quando foi anunciado o desfile dos candidatos a Mister, o ex-namorado foi muito ovacionado e aplaudido de pé, pela simpatia que irradiava, e foi eleito, também, por unanimidade.

A partir daí o baile iniciou e a vencedora já tinha o seu par para dançar o resto da noite, que era ele, o Mister eleito. Ambos, recebidas as faixas, começaram a dançar.

    Durante a mocidade, o casal era conhecido como excelentes dançarinos de todos os ritmos de sua juventude, como os da Jovem Guarda, rock and roll, etc., o que lhes dava o título de “pé-de-valsa”. Quando começaram a tocar as músicas daquela época, eles começaram a fazer coreografias como se fossem o mesmo casal de adolescentes de 50 anos atrás.  De repente, estavam comandando a dança com vários participantes os imitando. E eles não se intimidaram e, muito pelo contrário, gostaram. E a cada nova música daqueles tempos, nova coreografia era iniciada e novos participantes entravam na brincadeira. E o salão lotou de dançantes. Estavam animadíssimos e, certamente, reavivaram ali a paixão dos bancos escolares. Todos estavam impressionados com o fôlego, felicidade e o molejo do casal.

Baile da Melhor Idade. Pinterest/ML

A festa acabara, mas a felicidade não. A partir daquela noite ambos haviam decidido que não queriam mais se separar. Ele aposentado e também ela, funcionária pública. E assim, reiniciaram o namoro interrompido por 50 anos. Ele confessara à amada que achava que ela não iria mais querer namorar com ele, afinal enquanto ela mantinha a beleza e elegância da adolescência, ele tinha a consciência que não mantinha mais a beleza física da mocidade. 

Mas para a Miss, o tempo não parecia ter passado e ela o via exatamente como era aos 17 anos de idade. A sua gentileza e beleza interior era a mesma, o que importa quando a maturidade chega, disse ela: - Ah! Quem dera que a beleza que a adolescência prioriza, fosse a mesma que a maturidade exige! 

Decidiram se casar no baile da Melhor Idade do próximo ano, quando passassem a faixa aos seus sucessores, o que combinaram com o organizador do evento, que achou ótima ideia!  Este, na hora do baile do outro ano, anunciou que tinha duas surpresas, depois da transmissão das faixas aos novos eleitos. No momento certo anunciou que agora, seria celebrado o casamento da ex-miss e ex-mister. Todos exclamavam então: -“Ah! Que surpresa agradável! Que legal! ” A outra surpresa seria depois do casamento, e o próprio padre lhes comunicaria.

Casaram! O padre era amigo deles e contextualizou o casamento em cima de um belo namoro de 50 anos atrás que acompanhara pessoalmente. Lágrimas rolavam em faces de amigos e familiares, e muitos sorrisos dos noivos eram dados, pois o Padre bem lembrara o contido na Bíblia Sagrada no livro de Provérbios, 15:13.- “O coração alegre aformoseia o rosto...” Finda a cerimônia, o Padre deu a segunda surpresa. Informou a todos que era sua última mensagem, pois era italiano, e aos seus 85 anos estava voltando para sua cidade natal. Novas lágrimas, pois o Sacerdote era muito querido. Estava radicado muitos anos no Brasil, onde iniciara seu sacerdócio. 

A festa foi um retumbante sucesso! Muito tempo depois, ainda era lembrada como “O Casamento da Melhor Idade”. Marido e mulher pareciam estar mais felizes e mais jovens a cada hora, afinal o amor rejuvenesce, enche de energia e enleva a alma e o coração.

42 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Edomir Martins de Oliveira
Sobre Edomir Martins de Oliveira
Cronista do Cotidiano. Escreve todas as semanas, com exclusividade. Assuntos variados.
Curitiba - PR
Atualizado às 01h13 - Fonte: Climatempo
15°
Chuvisco

Mín. 12° Máx. 21°

15° Sensação
7 km/h Vento
94% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (16/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 25°

Sol com algumas nuvens
Sábado (17/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 15° Máx. 23°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias