Domingo, 25 de Julho de 2021 09:41
[email protected]
Cidades Convidados

Filósofo Rogerio Rocha, em recente 'live', levantou a questão de "O leitor como metáfora"

a leitura e os mundos saídos da imaginação criativa, promovem o reencantamento do real.

22/06/2021 20h44 Atualizada há 1 mês
73
Por: Mhario Lincoln Fonte: Rogério Rocha
R.Rocha
R.Rocha

O leitor como metáfora

*Rogerio Rocha

Somos, na natureza, a única espécie que lê e conta histórias. Que decifra letras. Que dá sentido a elas. Que cria e escreve sobre mundos imaginados.

Como definir, então, esse ser que lê e que somos nós?

Podemos dize que ler é, antes de tudo, a criação de um espaço de sentido, a partir da metaforização daquele que lê o grande livro do mundo.

O escritor e bibliófilo argentino-canadense Alberto Manguel nos propõe três importantes metáforas para compreendermos essa personagem: o leitor como viajante, como torre de marfim e como traça.

Se o mundo é um livro a ser lido, a vida é o plano dessa viagem e o leitor um viajante que avança, prossegue, se retira e dá saltos, de um mundo a outro, de um lugar a outro, no tempo.

Para Santo Agostinho, por exemplo, o ato de ler é uma jornada através do texto. Ler, portanto, é empenhar-se numa jornada de descobertas. Nesse sentido, perguntar por que lemos é perguntar por que viajamos.

A metáfora bíblica da torre, por sua parte, transforma-se na do leitor na torre de marfim, ou seja, daquele que se isola do espaço social e sociável para guardar-se em seu próprio mundo, ensimesmado em seus livros. Temos a imagem de um santuário intelectual, bem como de um refúgio ou abrigo. Símbolo também ligado, na história da literatura, à figura do intelectual e do ideal de vida meditativa.

A traça, por fim, nos remete à representação de alguém que devora os livros. O que implica em falarmos na forma como lidamos com os livros, como lidamos com a própria leitura. Trata-se de um leitor arrebatado, que corre o risco de perder o juízo, a sanidade, dado seu comportamento ao nível quase patológico.

Encerro concluindo, preliminarmente, que ler é viver. Ou seja: ler é uma forma de ser e estar no mundo. O leitor, por sua vez, aparece como aquilo que é: um aprendiz da vida. Ademais, a leitura e os mundos saídos da imaginação criativa, promovem o reencantamento do real. Afinal, aquilo que chamamos realidade fica muito mais interessante quando tingida pelas cores que o imaginário e o imaginado proporcionam.

Vídeo-Bônus

">

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Curitiba - PR
Atualizado às 09h34 - Fonte: Climatempo
16°
Alguma nebulosidade

Mín. 10° Máx. 25°

16° Sensação
7 km/h Vento
59% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (26/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 27°

Sol com algumas nuvens
Terça (27/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 25°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias