Domingo, 25 de Julho de 2021 08:57
[email protected]
Cidades Convidados

Convidado Adriano Siqueira entrevista a escritora, escultora e artista Maria Ferreira Dutra

Entretenimento.

25/06/2021 12h28
243
Por: Mhario Lincoln Fonte: Adriano Siqueira
capa
capa

Entrevista com Maria Ferreira Dutra

Por Adriano Siqueira

Maria Ferreira Dutra mora no Rio de Janeiro, é escritora, escultora e artista. Já fez performance e narrou também algumas histórias. 

1- Adriano Siqueira - Nessa trajetória das suas artes qual você iniciou primeiro? Escrever, Pintura artística ou Escultura? E qual gosta mais? 

Maria Ferreira Dutra - Comecei pela escultura, que foi um entalhe em madeira referente ao fundo do mar e depois entalhei uma porta com um cadeado fixo mais móvel onde as pessoas conseguiam movê-lo, mas sem tirar do lugar. Essa escultura representava as pessoas que se fechavam para novas amizades depois fiz algumas esculturas de argila, papel, meu segundo passo nas artes foi a pintura a partir de observação por último a escrita. Dizer quais dessas artes eu gosto mais é difícil,  mas posso dizer que a escultura me estimula mais.    Uma arte está ligada a outra, quando escrevemos podemos desenvolver um desenhos ou esculturas para essa história,  assim como quando  desenhamos ou esculpimos, podemos criar histórias a partir daquela imagem.      

2 - Adriano Siqueira - Como é que funciona o procedimento da produção de seus escritos ou artes. Vc já tem um organograma ou a ideia surge e você coloca em prática?

Maria Ferreira Dutra - As ideias surgem a qualquer momento principalmente se tratando de pinturas, se fecho os olhos logo uma imagem surge, já a escrita normalmente aparece logo de manhã  ao me levantar que é quando eu tenho mais facilidade de escrever. Pode ser que essa escrita tenha vindo de um sonho que tive durante a noite e de alguma forma  ao me levantar a historia já está dentro da minha cabeça, eu sei que eu me levando igual a um zumbi me sento e a historia sai pronta. Já quando eu tento escrever durante a tarde ou à noite eu não consigo pensar numa história, as ideias não fluem. Já a escultura eu gosto de analizar, imaginar algo e criar e no caso da pintura, as imagens se formam na minha mente principalmente as abstratas e se eu tenho o material na mão desenvolvo naquele momento, pois não dá para tirar print da imagem que se formou em nossas cabeças. Se deixo para depois essa imagem que foi criada em meu cérebro se apaga, e não aparece novamente. Mas também pinto e faço figuras de observação inclusive tenho uns modelos vivos mirins em casa e abano usando como meus modelos vivos.

3 - Adriano Siqueira - Nas suas esculturas e artes que faz, você chega a mostrar como é o procedimento ou mesmo diz que material utilizou? 

Maria Ferreira Dutra -  Mostro sim o material que uso, é importante para que outras pessoas conheçam e desenvolvam a sua arte criando diversas possibilidades na arte. A criação estimula o cérebro a querer produzir cada vez mais ....

Maria Ferreira Dutra.

4 - Adriano Siqueira - Nos livros que participa você gosta de vários gêneros. Quais são os seus preferidos?

Maria Ferreira Dutra - Fantasia, terror, horror e Aventura, são os que mais me identifico.                                       

5 - Adriano Siqueira - Você incentiva muitos amigos com as suas artes e isso é algo corajoso. Muitos não publicam suas obras por medo de criticas. O que você pode dizer para eles perderem esse medo? 

Maria Ferreira Dutra - Já tive insegurança em mostrar as minhas artes por conta das críticas mesmo, mais isso foi passando a medida que também fui incentivada e comecei a acreditar mais em mim. O que eu diria para os iniciantes é que, cada um tem o seu estilo, sua assinatura, se eles avaliaram como boa,  desengavete e mostre para o mundo. 

6 - Adriano Siqueira - Seus contos também são narrados em uma rádio. Como o pessoal pode ouvir? 

Maria Ferreira Dutra - Através do amigo James Gallagler Júnior conheci a rádio Putz Grila onde seu conto "O Encourado" seria narrado no programa Creepy Metal Show  pelo comunicador Sérgio Pires o qual eu tive a honra de conhecer e formar um grupo de boas amizades com ele e com o grupo de autores que ele formou.

(Para acessar  a rádio  é só acessar o link www.radioputzgrila.com.br/  ou acessar o link abaixo onde já estão disponíveis todos meus contos narrados pelo apresentador Sérgio Pires e também outros contos de amigos.  https://youtube.com/channel/UCKSRPOQQmwJRWLRebG_YYNA)

Também tenho contos narrados pela amiga  Kátia Andrade,  Michele da Silva Santos, Adi Alves e pelo Adriano Siqueira no Leitura Dramatizada do canal  Amigo Rodrigo Gallo no YouTube , no Canal Milhas e Milhas do amigo Cassio Witt e no blog do escritor Adriano Siqueira (https://contosdevampiroseterror.blogspot.com/)

7 - Adriano Siqueira -  Modigliani é um artista plástico que você aprecia muito e você chegou a fazer algumas obras no estilo dele. Quando começou essa paixão?

Maria Ferreira Dutra - Em 2010  quando comprei meus primeiros livros de arte. Fui no prédio da reitoria onde fica a faculdade UFRJ de belas artes e no hall da tinha uma exposição de artes,  dentre diversos artistas, Modigliani estava entre eles e assim conheci as suas pinturas e esculturas. Na época  não cheguei a produzir nenhuma arte ligada a ele, mas sim, havia feito uma releitura de uma pintura do  Paul Cézanne. Em 2019 conheci modigliani_nobre no Instagram e assistindo as suas lives fui conhecendo mais sobre a arte do  artista plástico Amedeo Clemente  Modigliani quando me veio a inspiração em fazer desenhos e esculturas ao seu estilo, face e pescoço alondodos. Fiz uma releitura  da obra Madame a qual inclui um quadro com flores amarelas e também venho pintando amigos nesse estilo e usando giz de cera líquido.

Maria Ferreira Dutra - @maria_dutra

5 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Curitiba - PR
Atualizado às 08h53 - Fonte: Climatempo
12°
Alguma nebulosidade

Mín. 10° Máx. 25°

12° Sensação
6 km/h Vento
71% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (26/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 27°

Sol com algumas nuvens
Terça (27/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 25°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias