Quarta, 26 de Janeiro de 2022
23°

Nuvens esparsas

Curitiba - PR

Geral Pará

Em 2021, iniciativas valorizaram profissionais que atuam para garantir paz à sociedade em todo o Pará

Projeto habitacional, aumento da remuneração e capacitação estão entre as ações concretizadas pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Segurança Pública (Segup)

30/12/2021 às 00h08
Por: Mhario Lincoln Fonte: Secom Pará
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Pará
Foto: Reprodução/Secom Pará

Com o olhar voltado ao servidor, priorizando uma melhor qualidade de vida e valorizando os integrantes das forças de segurança pública do Pará, facilitando o acesso à moradia de qualidade, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Segurança Pública (Segup), Companhia de Habitação do Estado do Pará (Cohab) e o Banco do Estado do Pará (Banpará), viabilizou o projeto habitacional para profissionais que atuam nesse segmento com aporte financeiro de R$10 mil e financiamento mais atrativo pelo banco estatal.

O valor poderá ser aplicado na aquisição de unidade habitacional (nova ou usada), reforma da moradia, requalificação de imóvel urbano para fins habitacionais ou construção do imóvel em terreno de propriedade do concorrente.

O projeto se encontra na quarta e penúltima fase, na qual os interessados poderão se dirigir a uma agência do Banco do Estado do Pará (Banpará) a fim de iniciar a análise das condições do financiamento e proceder a contratação, em uma instituição bancária, para a compra do imóvel.

 

Investimento

Foto: Bruno Cecim / Ag.Pará
Para a proteção individual, 16 mil coletes balísticos foram entregues às forças de segurança de todo o Pará. Cientes de que segurança pública não se faz sozinho, a integração se manteve durante este terceiro ano de gestão.

Com o objetivo de melhor equipar as forças que atuam diretamente junto aos municípios, a Segup entregou coletes balísticos para 100% das guardas municipais do estado do Pará, totalizando dois mil equipamentos de proteção individual, do volume total entregue pelo Estado. Um compromisso que reforça a valorização da classe e a integração entre as forças estadual e municipais.

 

Capacitação

No intuito de dialogar a respeito de medidas que aperfeiçoem os trabalhos dos agentes de segurança pública, em especial das mulheres que compõem o Sistema Integrado de Segurança Pública (Sieds), a Segup promoveu o I Fórum de Mulheres da Segurança Pública do Pará e o I Encontro Estadual de Guardas Municipais Femininas do Pará, que contou com a participação de profissionais da segurança pública de outros estados. A Segup realizou ainda o II Encontro das Guardas Municipais com o objetivo de aproximar e fortalecer a relação entre as instituições do Estado e Municípios.

 

Remuneração

No quesito melhoria salarial, a conquista mais recente é o aumento de 25% concedido a todos os servidores do Centro de Perícias Renato Chaves (CPCRC) concedido pelo Governo do Pará, no Dia do Perito Criminal Oficial. O aumento estará vigente a partir de janeiro de 2022 e será direcionado à classe de maneira retroativa.

Foto: Bruno Cecim / Ag.Pará
E os investimentos deverão continuar, uma vez que a direção do CPCRC criou o Grupo de Análise, Desenvolvimento e Implementação de Projetos (GADIP) com a finalidade de gerar um banco de projetos, bem como articular a captação de recursos para custeá-los. O GADIP monitora indicadores de tecnologias de gerenciamento de projetos e de processos para que se busque as melhores soluções para o beneficiamento da atividade pericial. O custeio é feito a partir da apresentação de projetos para possíveis investidores como o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDS) e o Fundo de Segurança Pública, da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup).

Para o coordenador da Gerência de Planejamento, Nilson Almeida, “o GADIP é importante tanto para o CPCRC quanto diretamente para a sociedade, produzindo informações para que futuramente seja possível tomar decisões sociais a partir delas”, disse.

 

Atendimento

Somente a Diretoria de Atendimento ao Servidor (DAS), vinculada à Polícia Civil, realizou, em 2021, mais de 800 atendimentos de atenção básica de saúde aos profissionais do órgão e dependentes, no âmbito biopsicossocial de melhoria da qualidade de vida e do desempenho profissional, atuando de forma preventiva. Ao todo, 31 municípios foram beneficiados. Os policiais civis receberam atendimento da equipe multidisciplinar, que conta com profissionais da enfermagem, psicólogos e assistentes sociais da Polícia Civil.

"É uma ação de fundamental importância para os servidores, uma vez que são profissionais que se dedicam diariamente ao atendimento ao público e na resolutividade de crimes. São profissionais que deixam a saúde de lado por conta da correria do dia a dia nas delegacias e diligências policiais", declarou o delegado-geral Walter Resende.

Por Aline Saavedra (SEGUP)
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias