Quinta, 19 de Maio de 2022

Poucas nuvens

Curitiba - PR

Mundo Especiais

Especial: "artista Susana Pinheiro me ensinou a compreender uma tela", de Mhario Lincoln

Em homenagem a artista Susana Pinheiro, APB/RIO

16/01/2022 às 10h52 Atualizada em 16/01/2022 às 11h37
Por: Mhario Lincoln Fonte: Mhario Lincoln
Compartilhe:
Susana Pinheiro em seu ateliê
Susana Pinheiro em seu ateliê

Susana me ensinou a compreender uma tela

 (*) Mhario Lincoln 

Até então, em minhas atividades de colunista diário, divulgador das emoções da sociedade maranhense, pouco havia me preocupado com as artes visuais. Olhava, mas não prestava a atenção necessária que um formador de opinião pública deveria prestar ao se deparar com a arte figurativa (ou não). Foi a artista Susana Pinheiro, no embrião de sua carreira de sucesso, que me levou a fazer a primeira grande reportagem sobre artes visuais. Eu, atraído pela forte personalidade daquela jovem pintora, influenciando diretamente a construção de sua arte. 

Quadros de Susana Pinheiro.

Conheci Susana Pinheiro num período bem interessante de sua vida: a pós-adolescencia. Contudo, com uma força tremenda e uma consciência artística imensurável. Quando vi suas primeiras telas as admirei pois sabia que ela teria um futuro brilhante, abraçando a arte das tintas. 

Não deu outra. Quase 20 anos se passaram e eu reencontro aquela menina que havia me maravilhado na época muito mais por sua potência emergente e sua indiscutível inteligência, do que como artista-visual propriamente dito. 

Hoje, as coisas se inverteram, apesar de sua personalidade ter adquirido ainda mais nuances de maturidade invejável. Claro que isso a ajudou a praticar sua arte de forma igualmente madura e consistente. Passei algumas horas tentando penetrar em cada traço e em cada tom do trabalho de Susana. As cores foram as primeiras a me chamarem a atenção: suavidade impecável. 

Quase cores de interminável saudade. Acertei! Então, quando ela esteve em São Luís, encontrei-me com ela na AMEI - Associação Maranhense de Escritores Independentes e rapidamente pude notar o quão suave e terna é hoje, sua expressão artística. 

Naquela fase, Susana mostrou muito de poético. Muito de sentimental. Muito de coração e saudade. Ela me contou ao telefone, depois, que sua inspiração veio da saudade mesmo, de sentimentos mesmo, isto é, a mãe dela faleceu e era exímia tecelã. Revirando as coisas da mãe deu-se com varandas – as que embelezam as redes de algodão – muito comuns no nordeste brasileiro. Um trabalho artesanal de belíssimo acabamento que, ao depois, serviu de base para a construção das telas de Susana Pinheiro, mostradas em ampla exposição na cidade de São Luís-Ma, em passado recente. 

Não são apenas telas. São pedaços de saudade, sem dúvida. Assim vi e vejo este trabalho, esta construção sentimental ornamentada de cores tão suaves que nos fazem viajar na sensibilidade da pintora, em cada textura ali produzida. Confesso que fiquei encantado com o trabalho. A mim me cabe dizer que gosto demais de Susana Pinheiro. Tanto que na época, ainda colunista de jornais ludovicenses, concedi-lhe página inteira para mostrar o começo – do começo – desta maranhense, hoje, residindo no Rio de Janeiro e com uma carreira de grande sucesso. 

Telas "Tecendo Varandas"

Sinto-me feliz. Mais que isso. Sinto-me o primeiro a divulgar o embrião que tornaria a arte de Susana Pinheiro um conglomerado de sentimento, talento e persistência, transformando (nessa exposição) as rendas das varandas meticulosamente tecidas pela mãe, em telas que choram saudades, mas vertem, igualmente, choro de felicidade por ter a artista conseguido essa simbiose entre o belo e o coração.

Parabéns. Saiba que lhe gosto muito. 

São Luís, 2018. 

*Mhario Lincoln é presidente da Academia Poética Brasileira 

EM TEMPO: 

Perguntei ao crítico de arte e designer, modista e artista visual premiado, João Ewerton, da Academia Poética Brasileira, opinião sobre o trabalho de Susana Pinheiro. Ele gentilmente respondeu: Eu gostei muito. É um estilo contemporâneo, com técnica mista, que vai desde o figurativo até o abstrato, conjugando formas geométricas com formas orgânicas, criando uma composição dinâmica muito bem resolvida, onde muitas vezes o geométrico da renda se transforma em figurativo pela referência com a renda em si, mas, na verdade, são os geométricos que remetem a uma leitura diferente, o que torna uma pintura singular no mercado, especialmente, pelo seu dinamismo. Ou seja, Susana Pinheiro dá personalidade a sua arte muito bem resolvida e idealizada.

 

Um pouco da Poesia de Susana Pinheiro:

Canto residente 

*Susana Pinheiro 

Os cantos da minha terra 

São encantos de magia 

Nos becos da aldeia 

Reside amor e alegria  

Nós cantos da minha Ilha 

Sou um pouco de cada tribo 

Guajajara, Apurinã, Tucano e até Baniwa 

De tudo se herdou e Heengatu foi devolvida  

Nos cantos da minha terra 

Curumim sabe entoar cânticos sagrados e Nhanderu exaltar 

No canto do meu povo o clamor em sobreviver 

Cada traço tem sua cor 

Piranga, Una e Ajubá 

Vamos todos unidos 

a resistência cantar

*SUSANA PINHEIRO é membro da Academia Poética Brasileira, seccional Rio/RJ

 =========================

Poesia sobre o "Tecer de Varandas", de Susana Pinheiro.

Varandas  de  Redes  e  Saudades

Mhario Lincoln 

A rede embala,

igual nos braços

de minha mãe.

A dor cala!

E durmo no sonho de

um dia ser um rei.

 

Na rede, o adulto some

no ventre de antanho.

Durmo como estranho.

E, enquanto a rede

fala e embala, vejo

no tecer de varandas,

os desenhos que

nunca completei.

================

Vídeo-Bônus

Produção: VídeosTV do Facetubes (www.facetubes.com.br). Participação especial: poeta e atriz Carmen Regina Dias (Cascavel PR) e da artista visual Susana Pinheiro, Rio/Rio. Telas: Exposição "Tecendo Varandas". Editadoem São Luís-Ma: 15.01.2022

">

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias