Segunda, 15 de Julho de 2024 15:31
editor-sênior, jornalista Mhario Lincoln
Blogs e Colunas Colunistas

Nova coluna de Edmilson Sanches: "Liberdade-Palavra e Poder"

Convidado da Academia Poética Brasileira.

01/07/2024 21h12 Atualizada há 2 semanas
Por: Mhario Lincoln Fonte: Edmilson Sanches
Liberdade. (Arte: MHLai).
Liberdade. (Arte: MHLai).

Edmilson Sanches
LIBERDADE  ---  PALAVRA E PODER

 

Liberdade não tem preço  --  mas tem data: 1338. Foi aí, nessa primeira terça parte do século 14, que se registrou em Língua Portuguesa a palavra “liberdade”. A virtude está no meio: um século antes havia surgido a palavra “igualdade”; um século depois, a palavra “fraternidade”. Assim, pois, a datação do primeiro registro, em Português, dos termos que, (re)unidos, acabariam por se tornar, em Francês, verdadeira trindade e lema revolucionário desde 1791  -- Liberté, égalité, fraternité.

O que veio primeiro: o conceito ou o direito? O linguístico, semântico, filológico, ou o jurídico, legal, fenomenológico? A liberdade e a igualdade foram primeiro percebidas como desejo ou vontade, como ação ou atitude ou como direito e virtude?

O certo é que os seres humanos só podem ter completo seu sentido de autorrealização se a liberdade for, mais que uma vontade, uma realidade, um exercício cotidiano com o qual ou por meio do qual se poderão realizar (ou se lutará para isso) todas as demais vontades, no limite do direito dos outros. 

É nesse rumo e com esse prumo que escreveu o jornalista, escritor e ativista social e educacional Gilberto Dimenstein: “Lutou-se pela ideia de que todos os homens merecem a liberdade e de que todos são iguais diante da lei”. (Neste maio de 2024 completaram-se quatro anos de falecimento de Dimenstein, a quem conheci e de quem tenho, entre outros, o livro Meninas da Noite, autografado e com dedicatória: “Para você, testemunha ocular”. Gilberto referia-se ao fato  -- de que ele tomou conhecimento --  de eu ter feito reportagem sobre a exploração sexual de adolescentes no interior do Maranhão, quando eu era diretor da sucursal do diário “O Imparcial”, jornal do conglomerado “Diários Associados”).

No dizer de Corneille: “A liberdade não é nada quando todo mundo é livre”. Liberdade... Que capacidade ou condição é essa cuja sensação ou sentimento, sentido ou significado em tê-la mais se manifesta quanto mais não se a tem? 

Se liberdade é como o ar que se respira, qual foi a última vez que valorizamos realmente o ar, o inspiramos calma e profundamente, o sentimos em nossos pulmões e a ele agradecemos por nos oxigenar a vida?

Em nome da liberdade, quanto mais a Humanidade lutará, matará, morrerá?

Em nome da liberdade, quanto mais (in)certos Poderes mentirão, subverterão, censurarão, caçarão e cassarão, prenderão?

Edmilson Sanches.

Em nome da liberdade, quantas palavras terão de ser ditas, quantas haverão de ser caladas, quantas talvez sejam escritas, quantas apenas pensadas?

Em nome da liberdade, quantos livros ainda se publicarão, quantos terão lugar na prateleira, quantos se proibirão, quantos se lançarão à fogueira?

Negar a liberdade é não merecer sequer a liberdade de negá-la.

Muito da liberdade é o seu poder. Muito em seu poder é o poder de falar o que pensa, dizer o que sente, escrever o que elaborou. Liberdade é palavra. E, como reconhece a Bíblia, “a morte e a vida estão no poder da língua”, no poder das palavras  --  pois palavras têm poder.

E o poder da palavra é maior do que a palavra do Poder.

Superior ao poder da palavra, só a liberdade de poder dizê-la.

“Liberdade! Liberdade! Abre as asas sobre nós!”

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
mario cortezHá 2 semanas Imperatriz-Ma A palavra < liberdade > evoca a imagem de um pássaro em vôo pleno
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Edmilson Sanches
Sobre Edmilson Sanches
Edmilson Sanches é um dos intelectuais brasileiros mais aplaudidos em diversas áreas da literatura contemporânea. É jornalista, consultor, palestrante, editor, bacharel em administração pública e licenciado em letras.
Curitiba, PR
Atualizado às 14h02
12°
Chuviscos

Mín. 10° Máx. 13°

11° Sensação
4.12 km/h Vento
76% Umidade do ar
100% (6.97mm) Chance de chuva
Amanhã (16/07)

Mín. 10° Máx. 12°

Tempo nublado
Amanhã (17/07)

Mín. 12° Máx. 20°

Tempo nublado
Ele1 - Criar site de notícias