Quinta, 15 de Abril de 2021 02:50
[email protected]
Especiais 08 DE MARÇO/2021

Reunião de Poemas de Sharlene Serra, convidada especial, em homenagem à Mulher.

SENSUALIDADE, SANGUE E REFLEXÕES. Vale muito ler.

07/03/2021 19h53 Atualizada há 1 mês
150
Por: Mhario Lincoln Fonte: Sharlene Serra
capa
capa

A VOZ DA MULHER NA SENSUALIDADE, SANGUE E REFLEXÕES: POEMAS DE SHARLENE SERRA

A minha voz é por todas nós.  

Sharlene Serra – de São Luís Maranhão, poeta, escritora. Graduada em desenho industrial, pedagogia e especialista em Ed. inclusiva, Participou de diversas antologias/coletâneas nacionais. Tem 7 livros publicados. Membro da Academia Poética Brasileira  e vice presidente da AJEB- Associação de Jornalista e Escritoras do Brasil, coordenadoria do Maranhão.

Poemas de Sharlene Serra:

 

NATUREZA DA MULHER 

A beleza nua

crua

Mulher de fases

sólida

Líquida

Ebulição

 

Mulher sol-lua!

estrela fervente

Mulher plantada

fruta colhida do pé

madura ou verde.

 

Natureza em si

Calmaria latente

brota, germina

Mulher terra

Gera! floresce,

frutifica.

 

Respira paz

Não foge da guerra.

Mulher fogo

Vira o jogo

 

Mulher água

mata a sede

A alma lava e

faz todo mal se afogar.

 

Mulheres têm a natureza dentro de si,

contida na intensidade de amar

reveladas nos quatro elementos:

Terra

Água

Fogo e

Ar.

 

TOUR EM SI 

Mulher paisagens

Encanta-se com

seus pontos turísticos

Aprecia-se!

desbrava-se!

mulher que sente

passeios de pele

quente

ardente

mulher de corpo

presente

No tour da órbita

contemplando em si

explosões estrelares.

  

MUITAS, EM UMA.

Somos muitas

somos poemas

na teima

sedução

Somos riso

comédia 

ebulição

 

Somos filme

drama

lágrimas

Alma fogo

Somos damas.

 

Protagonistas

Carpe Diem

Somos notas musicais

E no sussurro emocionado do sax

Pedimos, paz.

 

Seguimos, contrariando o que diz,

sendo múltipla 

A força motriz

 

Somos mulheres de fato

na delicadeza do ato

lutando por nosso espaço

na sensualidade do  salto

ou com os pés descalços.

 

SÚPLICA DA MULHER 

Início da humanidade

muitas de nós,

ceifadas por desumanidade

 

A mulher  gera

ignora a sua sorte

mulher

mãe

dá a luz

a própria morte.

 

Homem nasce

se acha dono

toma posse,

se esconde no passional

amor fora do normal

justifica e

mira

na negação, atira.

 

Repudio tal ato

homem esgoto

abomino

interrompe a vida ou

faz a mulher se sentir um lixo.

 

Aviso, ao matar uma,

arranca o coração de

um milhão.

o ato meu caro,

te leva a condenação.

 

A mulher cansada, apenas suplica:

Homens!!! parem de matar

quem te dá a própria vida.

 

VERBOS CONTIDOS NO VERBO MULHER 

Filtrar-se

Amar-se

Sentir-se

Passear-se

Desejar-se

Incendiar-se

Descobrir-se

Libertar-se

Escrever-se

Viver-se

Apaixonar-se

Sonhar-se

Voar-se

multiplicar-se

Admirar-se

libertar -se!!!

 

O CAMINHO DE DRUMMOND 

No meio do caminho tem uma mulher

Não  uma, mas várias   mulheres

no meio do caminho

 

Lembro  diariamente

e nunca me esquecerei:

É bem verdade,

no meio do caminho

Tem uma, duas, três, um milhão de mulheres...

que pegam suas  pedras e transformam em  pontes.

 

SANGUE JORRADO 

Mulheres

escondidas da mira

se contrariar, buuummmm

bala nada perdida

Mulher violentada

Trancafiada

liberdade de

asas cortadas

Mulher amordaçada

 

Sua voz chora!

soluça

sua determinação

pulsa.

Paz, venha, não demora

a morte quer abraça-la

por toda hora

 

A face maquiada

inerte

reflete no rio

escarlate

 

Ah! Quem me dera

que todo

sangue

pela  mulher jorrado

fosse apenas

o menstruado.

 

SOU FRIDA 

Tenho memórias  tatuadas

nos pensamentos dos dias

Poemas gritam no silêncio

das noites entristecidas

Emudeço no medo

aceito pela vergonha do

Holocausto no amor

 

Sigo calada, camuflando a própria dor

as histórias escrevo com lágrimas sofridas

tinta vermelha de tonalidade

enfraquecida.

 

Amanheço no resgate

da força que vem do  útero!

A coragem vence o medo

consigo ver luz no escuro.

a vida percorre a veia

me livrei da teia.

sou forte

Sou mulher!

Sou aguerrida!

Não  me kahlo  na dor

"Sou FRIDA".

 

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Curitiba - PR
Atualizado às 02h35 - Fonte: Climatempo
15°
Muitas nuvens

Mín. 12° Máx. 21°

15° Sensação
6 km/h Vento
94% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (16/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 25°

Sol com algumas nuvens
Sábado (17/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 15° Máx. 23°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias