Quarta, 26 de Janeiro de 2022
25°

Nuvens esparsas

Curitiba - PR

Cidades Convidados

Análise de Carlos Furtado, presidente da AMCLAM, sobre o livro "Espelhos de Eva".

Sob autorização do autor.

05/01/2022 às 11h11 Atualizada em 05/01/2022 às 11h29
Por: Mhario Lincoln Fonte: Carlos Furtado/ AMCLAM
Compartilhe:
"Espelhos de Eva",de Sharlene Serra.

À propósito do livro "Espelhos de Eva", análise de Carlos Furtado, digníssimo presidente da AMCLAM

A vida cultural maranhense emerge entre os idos de 1861-1865, após o Maranhão experimentar um apogeu econômico, quando é cognominada Athenas Brasileira. Um outro salto qualitativo em intensidade e expressividade só vai ocorrer na transição para o séc. XX e mais recentemente, ao aproximar o ano de 1950 quando um outro grupo de escritores e artistas despontam na literatura maranhense.

Em 2008 com o esforço de abnegados escritores é fundada a Federação Maranhense das Academias do Maranhão - FALMA, com o objetivo de incentivar e difundir a cultura literária e artística em todo o Maranhão através de suas afiliadas. Entre altos e baixos, entre os idos de 2013 e 2014, a FALMA realizou Mostras Literárias das Academias, agregando 22 Academias.

Passado um tempo de calmaria, exatamente em 2016 a literatura da terra de Gonçalves Dias, volta a dar sinais de revitalização, com a realização da 1ª FLAEMA - Feira do Livro do Autor e Editor Maranhense, na praça de eventos do Shopping da Ilha, aberto ao público durante dez dias, de 01 a 10 de abril que contou com a presença de 102 escritores maranhenses, entre estes, Sharlene Serra. 

Como a FLAEMA surgiu como um marco de resgate e renovo da Atenas Brasileira, para que os escritores maranhenses independentes pudessem voltar a ter vez e voz no meio cultural maranhense, nasce a Associação Maranhense dos Escritores Independentes - AMEI, em 25 de agosto do mesmo ano. Ao longo desse curto interregno de tempo, a marca alcançada pela AMEI é impressionante e indiscutível, relacionados a realização de eventos culturais gratuitos (Lançamento, Palestra, Sarau poético, Roda de Conversa, Café Filosófico, Sarau musical, Mostra de Dança de Salão, Teatro, Dança folclórica, Mostra de Artes Plásticas, Mostra de Filmes, Desfile de Moda, Oficinas literárias e artísticas, etc., bem como a comercialização das obras dos escritores e artistas, permitindo assim aos novatos, uma maior visibilidade, oportunidades e facilidades para os lançamento de suas obras e exposição comercial.  

Autor: Carlos Furtado.

Porque fiz questão de trazer a baila esse passeio histórico pela literatura maranhense, exatamente para poder demonstrar que o Maranhão, possui atualmente, poetisas contemporâneas de grande envergadura como Sharlene Serra.

Tive a satisfação em conhecer a autora recentemente, durante o III Encontro Nacional da Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes - FEBACLA em outubro de 2021, quando em diálogos, confirmamos que participávamos de um Projeto comum, a criação da União Brasileira de Escritores - UBE/MA e tive a oportunidade de acessar sua obra infanto juvenil, traduzida na maravilhosa Coleção Incluir: Ritinha, Vitória, Paulo, Biel e Lucas, protagonistas que me fizeram refletir que ainda preciso aprender muito. 

Agraciado gentilmente com um exemplar de “Espelhos de Eva”, despretensiosamente, passei a dedicar-me à sua leitura, a qual me prendeu do início ao fim, onde vivenciei uma poesia leve, agradável e suavemente erótica que demonstra de forma inteligente e sutil, o empoderamento feminino natural a mulher que sabe o que quer e que controla o que lhe agrada, pois é dona de seus desejos e de suas vontades.

Adversidades e agressões, que cotidianamente inúmeras mulheres são submetidas, são descortinadas através de suas personagens, em uma linguagem pujante, às vezes, coloquial, mas que ao mesmo tempo, emerge a força, a fortaleza e a superação de percalços.

Em Espelhos de Eva, Sharlene Serra desperta em seus leitores, principalmente nas mulheres, a “Eva” existente em cada uma, inexoravelmente forte, batalhadora e decidida.

Ai está uma obra a ser lida e relida por todos aqueles que querem acessar um uma realidade, sem necessariamente, ser agressiva, mas que precisa ser compreendida e respeitada.

Carlos Furtado

Presidente da AMCLAM

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias