Terça, 25 de Junho de 2024 08:59
editor-sênior, jornalista Mhario Lincoln
Brasil Colunistas APB

Professor José Neres indica três importantes livros; um deles, "Ina A violação do Sagrado"

Além do Ina, são eles, "Ecos da Memória" (Teresinha de Jesus Baldez e Silva, Márcia Manir Miguel Feitosa e Flaviano Menezes da Costa) e "Destempo agora", do escritor e jornalista Félix Alberto Lima.

16/06/2024 16h45 Atualizada há 1 semana
Por: Mhario Lincoln Fonte: José Neres
Professor José Neres
Professor José Neres

TRÊS LIVROS DE UMA VEZ
Autor:  José Neres – Professor. Membro da AML, ALL, APB e da Sobrames-MA

Uma das situações mais angustiantes para quem gosta de livros é receber a informação de que haverá um lançamento em um momento que a nossa presença se torna impraticável devido a compromissos já assumidos para aquele dia e horário. Outro caso que deixa o amante das literaturas em situação difícil é quando dois ou mais eventos ocorrem no mesmo horário e em locais distantes um do outro. Resta então suspirar fundo e apostar no par ou ímpar para decidir o caminho a ser seguido. Mas, de qualquer forma, corpo e alma já se encontram divididos pela vontade de estar em todos os locais ao mesmo tempo.

O contrário se dá quando se percebe ser possível comparecer a todos os lançamentos, adquirir os livros, encontrar pessoas que comungam dos mesmos gostos, ouvir as palavras dos autores e, quando possível, colher os preciosos autógrafos e dedicatórias.

Claro que a maioria das pessoas de nossa cidade não sofre dessa angústia, pois raramente se veem na dúvida de ter que escolher entre um lançamento de livro e qualquer outra atividade. A segunda alternativa (qualquer outra atividade) é sempre a vencedora, não importando hora, local, autor ou tipo de obra a ser lançada. Muitos fazem questão de manter distância de livros.

Contudo, como quem costuma ler esta coluna (acredito eu) gosta de livro, traçarei breves comentários sobre três trabalhos recentemente publicados aqui em nossa Ilha e aos quais tive a honra de estar presente.

ECOS DA MEMÓRIA

Nesse interessante estudo produzido por Teresinha de Jesus Baldez e Silva, Márcia Manir Miguel Feitosa e Flaviano Menezes da Costa, o leitor encontrará diversas informações sobre alterações urbanas e toponímicas pelas quais vem passando a cidade de São Luís no decorrer de sua história.

Trata-se de um estudo bastante aprofundado sobre a história e as varrições toponímicas de diversos logradouros da capital maranhense. Os autores dividiram o livro em diversas sessões, o que facilita a consulta, e fizeram estudos sobre avenidas, becos, fontes, ladeiras, largos, praças, ruas e travessas da cidade. Sempre com um olhar atento, buscaram informações sobre diversos aspectos dessas localidades e situaram geograficamente cada espaço antes de elaborarem um texto elucidativo onde apresentam a evolução histórica e algumas curiosidades sobre os locais.

Farta e belamente ilustrado, o livro pode tanto servir como guia para novos estudos, quanto pode ser consultado para dirimir dúvidas a respeito de determinada rua ou praça, podendo servir também como guia para quem deseja passear pela cidade em busca de curiosidades marcantes sobre algum ponto específico.

INA, A VIOLAÇÃO DO SAGRADO

Há muito tempo, uma nova edição desse livro do jornalista, advogado e escritor Mhario Lincoln era esperada. Trata-se de uma obra que mescla fatos históricos, sincretismo religioso, investigação jornalística e muitas questões jurídicas que envolveram o acidente marítimo ocorrido com o navio graneleiro Hyundai New World nas costas maranhenses, em 1987.

Nesse livro, que desde sua primeira edição se tornou uma obra instigante e questionadora, o autor detalha como pode haver imbricações inimagináveis entre as investigações oficiais relativas a um acidente de grandes proporções, diversos acidentes ocorridos na capital maranhense, o mito do Sebastianismo e a ocupação indevida de um espaço comandado pela princesa Ina.

Jornalista experiente, Mhario Lincoln conseguiu seguir por caminhos que poderiam levar a inúmeros e imprevisíveis desfechos, praticamente todos eles explorados nas páginas desse livro icônico que tem muito a ensinar a cada novo leitor.

DESTEMPO AGORA        

Na escrita jornalística, há textos que perdem sua atualidade assim que são publicados. Outros, no entanto, continuam se comunicando com os leitores como se acabassem de ser redigidos. Porém, nem sempre é fácil localizar essas obras-primas no emaranhado de publicações que ganham vida a cada nova leitura. Resta então ao autor, ou a outra pessoa interessada, reunir essas preciosidades em algum meio que facilite a busca e a sua divulgação.

Foi isso o que fez o escritor e jornalista Félix Alberto Lima, que enfeixou no livro “Destempo Agora” 37 artigos e reportagens que ele considerou mais relevantes durante sua carreira jornalistica. Quem se aventurar a ler o livro irá entrar em contato com a elegante e escorreita escrita de Félix Alberto Lima e poderá fazer um passeio cultural por diferentes momentos da cultura do Maranhão, do Brasil e de outras partes do mundo.

No livro, é possível encontrar textos que tratam sobre o processo movido pela família de Humberto de Campos contra o médium Chico Xavier, algumas das possíveis razões pelas quais Roberto Carlos não gravou a música “Aparências”, sobre a Língua Portuguesa como identidade cultural de nosso povo e sobre a tortura no período ditatorial, além de entrevistas com personalidades como Zeca Baleiro, Ferreira Gullar e Waly Salomão.

****

Pronto. Temos acima a indicação de três bons livros escritos por autores que vez ou outra passam ao nosso lado e talvez nem nos damos conta. Resta agora apenas encontrar outras desculpas para não ler nossos autores. Mas nisso somos muito criativos. Nunca faltam desculpa para não ler e não valorizar nossos autores.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Curitiba, PR
Atualizado às 05h02
11°
Tempo nublado

Mín. 11° Máx. 15°

11° Sensação
1.79 km/h Vento
97% Umidade do ar
100% (5.44mm) Chance de chuva
Amanhã (26/06)

Mín. 11° Máx. 22°

Chuvas esparsas
Amanhã (27/06)

Mín. 11° Máx. 21°

Parcialmente nublado
Ele1 - Criar site de notícias