Segunda, 15 de Julho de 2024 14:46
editor-sênior, jornalista Mhario Lincoln
Brasil Especiais

De Edmilson Sanches: "Machado de Assis: opressão, obstinação, superação"

A morte não o quiz criança. Ele nasceu com todas as pré-condições para dar errado na vida. Para não ser nada na vida. Para não ser notado, não ser visto nem admirado na vida.

22/06/2024 11h17
Por: Mhario Lincoln Fonte: Edmilson Sanches
Sanches e a estátua de Machado de Assis, na ABL
Sanches e a estátua de Machado de Assis, na ABL

*Edmilson Sanches

 

Nasceu em 21 de junho, há 185 anos.

Ele nasceu com todas as pré-condições para dar errado na vida. Para não ser nada na vida. Para não ser notado, não ser visto nem admirado na vida.

Imagine alguém nascido assim: preto, pobre. Descendente de escravos. Pai preto e pobre, pintor de paredes. Mãe lavadeira. Morador de morro. Com problemas nervosos. Gago. Epiléptico. Sem estudo...

Imagine que a morte não o levou criança e ele  “escapou” com vida ao duro período ali do primeiro aos cinco anos. 

Mas, como desgraça pouca é bobagem e atrás do pobre corre um bicho, sem contar que além da queda vem o coice, aos seis anos, sua mãe morre. 

Depois, morre a irmã. 

Aos doze anos, morre-lhe o pai. 

Fica com a madrasta. Viúva. Pobre. Ela se torna doceira em uma escola. 

E o menino, órfão de mãe e pai, torna-se vendedor de doces na escola. 

Nas “folgas”, o pequeno vendedor de doces, para ter alguma “educação”, espia as aulas ministradas para os estudantes. Depois, frequenta escolas públicas.

 

Com tudo isso “contra”, essa pessoa escreve. Torna-se fundador e primeiro presidente da Academia Brasileira de Letras.  

Escreve muito. Escreve bem. Escreve excepcionalmente bem. 

Escreve em qualquer gênero. Contista, cronista, crítico literário, dramaturgo, folhetinista, jornalista, poeta e, sobretudo, romancista, romancista dos melhores  --  senão o melhor --  do Brasil. E o maior escritor negro de todos os tempos, na opinião mais do que abalizada de Harold Bloom (1930-2019), historiador literário, escritor, professor, crítico literário e jornalista norte-americano, dos mais respeitados do mundo.

Não fez curso superior. Não foi à universidade  --  mas seus livros estão em muitas delas.

Joaquim Maria Machado de Assis nasceu em 21 de junho de 1839 e renasce sempre. 

Renasce a todo instante, com estudos nacionais e internacionais sobre sua obra. 

Com publicação e republicação de seus livros no Brasil e no estrangeiro. 

Com citação de suas frases nas redes sociais, nos grupos digitais.

Falecido em 29 de setembro de 1908, na mesma cidade em que nasceu (Rio de Janeiro - RJ), Machado de Assis tornou-se exemplo de qualidade como escritor e de superação como pessoa.

Já escreveram, e continuam escrevendo, quase tudo sobre ele. 

Viraram de ponta-cabeça ele, seus livros e seus personagens... e até suas intenções explícitas ou submersas nas palavras dele e de seus personagens nas obras literárias que deixou.

Com menos de 70 anos de idade deixou uma vida que não morre...

...e uma morte que não se esquece  -- porque sua obra é sempre (revi)vida.

Viva Machado de Assis.

 

--------------------
EDMILSON SANCHES
 
PALESTRAS – CURSOS - CONSULTORIA
Administração (Pública e Empresarial) - Biografias - 
Comunicação - Desenvolvimento - História – Literatura
CONTATO: [email protected]
www.edmilson-sanches.webnode.page 

2 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Raimunda Pinheiro de Souza FrazãoHá 2 semanas São José de Ribamar Vivas Machado de Assis! Um Escritor Fantástico!
alcina maria silva azevedoHá 3 semanas Campinas- SPQue matéria linda! Machado de Assis foi um iluminado. Alma com bagagem de vidas anteriores e cheias de conhecimento. Quem é bom, já nasce feito Parabéns Edmilson! Sua homenagem á Machado de Assis, foi excelente!
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Curitiba, PR
Atualizado às 12h02
12°
Chuviscos

Mín. 10° Máx. 13°

11° Sensação
4.12 km/h Vento
76% Umidade do ar
100% (6.97mm) Chance de chuva
Amanhã (16/07)

Mín. 10° Máx. 12°

Tempo nublado
Amanhã (17/07)

Mín. 12° Máx. 20°

Tempo nublado
Ele1 - Criar site de notícias