Segunda, 15 de Julho de 2024 14:00
editor-sênior, jornalista Mhario Lincoln
Brasil Rogério Rocha

"(...) deixe estar!/ o que não existe o poeta funda/ renova, reestrutura recolhe das mãos/ do silêncio(...)"

Rogério Rocha é filósofo e poeta. Membro da Academia Poética Brasileira.

01/07/2024 21h51
Por: Mhario Lincoln Fonte: Rogério Rocha
Arte: MHLai
Arte: MHLai

Ser ou não ser? Eis a Lírica!

*Mhario Lincoln

 

Seria algo mais perto da metafísica ou da lírica poética? Ou seria amálgama expelida da reconstrução e transcendência de Rogério Rocha? Seria pura e simples a utilização de uma linguagem imagética e metafórica para descrever a jornada do poeta em descobrir e criar novas realidades, diante de possíveis frustrações?

Ou posso considerar uma voz forte e rouca das ruas tentando alcançar algo como uma cura energética contida dentro de cada um ser-vulcânico de hoje? O que extrair das profundezas do pensamento do poeta Rogério Rocha, nesta "Fundação"?

A capacidade de fundar o que não existe; de reestruturar a realidade através da palavra poética? Ou de se recolher no silêncio da alma, tentando ressuscitar o ausente ou a lírica morta, para revitalizar sua sede intestina?

Confesso que estou até agora tentando interpretar todas essas extraordinárias metáforas, que afloraram pelos meus olhos. E o leitor, o que diz?

 


FUNDAÇÃO

Rogério Rocha

 

deixe estar!
o que não existe
o poeta funda
   renova, reestrutura
recolhe das mãos
      do silêncio
inaugura
         repõe a falta
      do ser
retira da sepultura

revira
      refaz
revê
a sagrada reconstrução
          até acontecer

deixe ser!
o que não está
o poeta inaugura
com a voz da palavra
        perfura
a terra fértil
          até chegar
ao que procura

incrementa um novo
         saber
apascenta
                a antiga ira 
das débeis criaturas

revela a cura
reencontra a energia
        das fervuras
a egrégora do magma
terremotos que abalam
a fundação das estruturas
palavra após palavra
           sonho após sonho
                    loucura após loucura

[Rogerio Rocha]

6 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Raimunda Pinheiro de Souza FrazãoHá 2 semanas São José de Ribamar Parabéns Rogério Rocha!
Rogerio RochaHá 2 semanas São Luís - MAAgradeço pela publicação do meu poema. Obrigado.
alcina maria silva azevedoHá 2 semanas Campinas- SPPARABÉNS POETA E CONFRADE ROGÉRIO ROCHA! EU GOSTO MUITO DO SEU LIVRE POETAR.
Maria Luiza TavaresHá 2 semanas São Luís MASem comentários. Só lágrimas.
Maria de Lourdes GuararapesHá 2 semanas Porto Alegre (chuvendo) RGSrevela a cura reencontra a energia das fervuras a egrégora do magma terremotos que abalam a fundação das estruturas Permita-me, senhores. Entendi como um baita gozo de amor. Viva o amor vulcânico.
Mostrar mais comentários
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Curitiba, PR
Atualizado às 12h02
12°
Chuviscos

Mín. 10° Máx. 13°

11° Sensação
4.12 km/h Vento
76% Umidade do ar
100% (6.97mm) Chance de chuva
Amanhã (16/07)

Mín. 10° Máx. 12°

Tempo nublado
Amanhã (17/07)

Mín. 12° Máx. 20°

Tempo nublado
Ele1 - Criar site de notícias