Segunda, 15 de Julho de 2024 15:21
editor-sênior, jornalista Mhario Lincoln
Brasil Matéria Especial

CONCEIÇÃO EVARISTO sangra diante do que escreve. Uma válcula de escape?

"[...] é a capacidade da Literatura de criar novas realidades e questionar o mundo existente.

02/07/2024 19h02
Por: Mhario Lincoln Fonte: Mhario Lincoln
Instagram de Mhario Lincoln
Instagram de Mhario Lincoln

 

*Mhario Lincoln 


As declarações de Conceição Evaristo refletem uma visão profunda sobre o papel terapêutico e transformador da literatura. Ela vê a literatura como uma maneira de evitar o adoecimento emocional, sugerindo que a escrita e a leitura atuam como formas de terapia que ajudam a manter a saúde mental. A arte, nesse contexto, é uma válvula de escape que permite ao indivíduo lidar com as pressões e ansiedades da vida cotidiana, oferecendo um espaço para a expressão e a reflexão pessoal.

 

Evaristo também destaca a capacidade da literatura de criar novas realidades e questionar o mundo existente. Através da escrita, ela encontra uma forma de sair de si mesma e explorar diferentes perspectivas, inventando mundos alternativos que refletem suas discordâncias com a realidade atual. Esse processo de criação literária é uma forma de resistência e um meio de expressar sua insatisfação com as injustiças e desigualdades do mundo.

 

Além disso, Evaristo aponta para a função da literatura em preencher os vazios deixados pela história e pela ciência. Muitas vezes, as narrativas oficiais e acadêmicas não abrangem todas as experiências e vozes, especialmente aquelas de grupos marginalizados. A literatura, então, oferece uma oportunidade para contar essas histórias esquecidas ou silenciadas, contribuindo para uma compreensão mais completa e inclusiva da realidade.

 

Um pensador contemporâneo que compartilha essa visão é Chimamanda Ngozi Adichie. Em sua palestra "The Danger of a Single Story", Adichie enfatiza a importância de contar histórias diversas para evitar a criação de uma narrativa única e dominante que distorce a percepção das culturas e das pessoas. Tanto Evaristo quanto Adichie reconhecem o poder da literatura em desafiar narrativas estabelecidas e em dar voz às experiências que a história oficial muitas vezes ignora. A palestra de Adichie pode ser encontrada no TED Talks, onde ela discute como a ficção pode preencher lacunas na compreensão histórica e social, similarmente ao que Evaristo afirma sobre a literatura.

 

VÍDEO-BÔNUS

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/BZKYEjhxVxI?si=byPZzf1g7Yh82SbN" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture; web-share" referrerpolicy="strict-origin-when-cross-origin" allowfullscreen></iframe>

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Curitiba, PR
Atualizado às 14h02
12°
Chuviscos

Mín. 10° Máx. 13°

11° Sensação
4.12 km/h Vento
76% Umidade do ar
100% (6.97mm) Chance de chuva
Amanhã (16/07)

Mín. 10° Máx. 12°

Tempo nublado
Amanhã (17/07)

Mín. 12° Máx. 20°

Tempo nublado
Ele1 - Criar site de notícias