Sexta, 15 de Outubro de 2021
18°

Chuva fraca

Curitiba - PR

Cultura Mato Grosso do Sul

Circo do Mato e Circo Le Chapeau levam atrações circenses ao interior do Estado

 Quem não se lembra dos carros com alto falante em um grande cortejo circense anunciando a chegada do circo na cidade? Esta foi a solução encontrad...

09/10/2021 às 11h50 Atualizada em 09/10/2021 às 12h05
Por: Mhario Lincoln Fonte: Secom Mato Grosso do Sul
Compartilhe:
Circo Le Chapeau (google). Não original do texto.
Circo Le Chapeau (google). Não original do texto.

Quem não se lembra dos carros com alto falante em um grande cortejo circense anunciando a chegada do circo na cidade? Esta foi a solução encontrada em tempos de pandemia para a realização do projeto Caravana de Circo do MS. Fazer com que o espetáculo chegue à casa das pessoas. E não será pela TV, internet ou pelas redes sociais não! Será como antigamente: ao vivo e em cores. Em formato de caravana, passando no portão de casa, com acrobatas, malabaristas, pernas de pau, palhaços, comedor de fogo, apresentador e música.

Com recursos do Fundo de Investimentos Culturais (FIC-MS), da Fundação de Cultura de MS, o Circo do Mato, de Campo Grande, e Circo Le Chapeau, de Dourados, levarão atrações circenses a 8 municípios no interior do Estado e alguns distritos.  São eles: Nova Andradina, Batayporã, Taquarussu, Distrito Prudêncio Tomaz (Aroeira),  Rio Brilhante, Guia Lopes da Laguna, Jardim e Distrito de Boqueirão, Aquidauana, Distrito de Camisão e Anastácio. Vinte apresentações gratuitas, abertas ao público em geral, contarão com o apoio das prefeituras e secretarias locais de cada município. O projeto tem a participação de Mauro Guimarães, Laila Pulchério, Yago Garcia e Frank Salomão do Circo do Mato e Junior de Oliveira, João Rocha, Társila Bonelli e João Dias, do Circo Le Chapeau.

“O cortejo será realizado com veículos dos próprios grupos e um caminhão onde será instalado um aparelho aéreo de circo. Esses veículos serão customizados para remeter aos antigos desfiles dos circos quando entravam nas cidades, desfilando com todo o elenco e seus principais animais para atrair a população para irem ao circo. Neste projeto os artistas estarão performando o tempo todo, os espectadores ficarão nas janelas de suas casas, nas varandas ou calçadas e assistirão de camarote, com toda segurança necessária para este período pandêmico”, explicou a produtora Laila Pulchério. Ela complementou: “Mas tirar fotos pode. E pode postar também nas redes sociais e depois contar aos colegas que o circo foi em sua casa, um circo de verdade mesmo, igual às histórias que ouvíamos de nossos pais e avós. E desejamos que esta seja uma lembrança positiva deste período para quando tudo isto passar”.

“Este projeto é um reencontro da arte com o povo. Quando falamos da arte, principalmente no interior do Estado, o circo é uma das principais referências em muitos lugares e em alguns a única. Depois de uma pandemia de um ano e 6 a 9 meses, podemos finalmente voltar. É muito gratificante, reencontrar o riso, a graça, a bailarina, o palhaço, o malabarista. Acreditamos que vamos levar o novo para os mais jovens e a nostalgia para os mais velhos. E sempre alegria! Para a gente é um renascimento” comemorou Mauro Guimarães, idealizador do projeto.  

Acompanhe a programação:

9 de outubro

9h - Nova Andradina – Bairro Durval Andrade Filho e Bairro Horto Florestal

15h - Batayporã – ao longo da Avenida Brasil passando pela Vila Maria Gonçalves da Silva, Vila Cantidiano Duarte e centro da cidade.

 

14 de outubro

9h – Distrito Prudêncio Tomaz (Aroeira)

15h – Rio Brilhante

 

23 de outubro

9h – Jardim

15h – Distrito de Boqueirão

 

24 de outubro

9h – Guia Lopes da Laguna

 

13 de novembro

9h – Aquidauana

15h – Distrito de Camisão

 

14 de novembro

9h – Anastácio

 

Contatos para a Imprensa:

Laila Pulchério 67 99912-1420

Mauro Guimarães 67 99909-9208

Juarez de Oliveira 67 99176-6804

 

Texto: Gisele Colombo

Fotos: Vaca Azul

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias