Sábado, 27 de Novembro de 2021
24°

Alguma nebulosidade

Curitiba - PR

Cultura Paraná

Paraná lança a primeira Agência do Trabalhador da Cultura do Brasil

A Agência do Trabalhador da Cultura é vinculada à Agência do Trabalhador de Curitiba e serve como um posto para o atendimento e cadastramento de tr...

22/11/2021 às 20h10
Por: Mhario Lincoln Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
© Kraw Penas/SECC
© Kraw Penas/SECC

O Governo do Estado lançou nesta segunda-feira (22) um Posto Avançado da Agência do Trabalhador da Cultura dentro da Superintendência-Geral da Cultura, no Centro de Curitiba, a primeira voltada exclusivamente ao setor cultural no País. Participaram da cerimônia de lançamento o secretário da Comunicação Social e da Cultura, João Evaristo Debiasi, o secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, e a superintendente-geral da Cultura, Luciana Casagrande Pereira.

A Agência do Trabalhador da Cultura é mais uma ação desenvolvida a pedido do governador Carlos Massa Ratinho Junior para facilitar a oferta de vagas de emprego para os paranaenses. Um termo de cooperação técnica foi firmado entre a Secretaria da Comunicação Social e da Cultura (SECC) e a Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) para que a Agência funcione anexa à Sala do Artista Popular, dentro da sede da Superintendência-Geral da Cultura.

O secretário estadual da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, disse que setor cultural foi um dos que mais sofreu com o isolamento social imposto pela pandemia. Milhares de apresentações artísticas e eventos foram cancelados em 2020 e 2021 devido à Covid-19.

"O setor de eventos foi o primeiro a parar e o último que está voltando. O desemprego foi imenso", afirmou, lembrando que as oportunidades crescerão a partir de agora. "As pessoas estão com sede de arte, de cultura, de festas, de lazer e de se reencontrar. A arte é o alimento da alma. Que essa Agência possa levar muitas pessoas a terem a oportunidade de salvar a alma através da arte".

A Agência do Trabalhador da Cultura é vinculada à Agência do Trabalhador de Curitiba e serve como um posto para o atendimento e cadastramento de trabalhadores e trabalhadoras autônomos e microempreendedores individuais (MEIs) das variadas atividades culturais.

Dessa forma, a Agência irá promover o encontro entre quem está disponível para trabalhar com quem precisa montar equipes e elencos para contratos e projetos específicos. Além disso, a intenção é produzir dados e indicadores visando o fortalecimento das políticas públicas de Cultura no Estado.

"Nossas equipes já estão trabalhando na busca ativa de vagas junto às mais de 4.800 empresas que fazem parte do sistema SIC.Cultura. Porém, sabemos que esse universo é muito maior e não pouparemos esforços para mapear esse potencial de postos de trabalho nas áreas culturais", explicou a superintendente-geral da Cultura, Luciana Casagrande Pereira.

Ela frisou a importância da cooperação para o atual governo. "O governador Ratinho Junior nos ensinou a trabalhar com transversalidade e integração: uma secretaria sempre ajuda a outra e assim otimizamos e melhoramos o nosso trabalho como um todo", completou.

A partir das atividades, projetos e programas desenvolvidos na Agência do Trabalhador da Cultura serão produzidos materiais gráficos, documentos, audiovisuais, publicações e outras formas de registro e divulgação que promovam e valorizem iniciativas e trabalhos desenvolvidos no posto avançado.

O secretário da Comunicação e da Cultura exaltou a iniciativa. "Nada melhor do que um especialista em geração de emprego e uma especialista em gestão de cultura para termos um projeto pioneiro. O governador tem verdadeira obsessão pelas políticas de geração de emprego, que amenizam uma série de outras dificuldades", disse Debiasi.

Com a cooperação da Sejuf, o atendimento exclusivo aos trabalhadores da Cultura será estendido às unidades de atendimento ao trabalhador em todo o Estado.

ENCONTRO DE GERAÇÕES – Tão logo abriu as portas, a Agência do Trabalhador da Cultura já recebeu dois candidatos a vagas de trabalho. O primeiro a chegar foi o pianista argentino radicado em Curitiba há 20 anos, Julio Enrique Gomez. Com o currículo em uma pasta, ele estava animado com a oportunidade.

"Nunca escutei antes que havia alguém que se ocupava da geração de empregos para o setor cultural, algo que é tão necessário. A cultura é o bem mais importante de um povo", afirmou. Já Cassiana da Rosa Pereira, de 21 anos, busca uma vaga na área do audivisual. "Acabei de me formar, ouvi falar da Agência do Trabalhador da Cultura e resolvi me cadastrar", contou a videomaker.

Interessados em fazer o cadastramento na Agência do Trabalhador da Cultura podem acessar os aplicativos Sine Fácil ou Paraná Serviços ou ir pessoalmente ao Posto Avançado, na Rua Saldanha Marinho, 240, Centro.

SALA DO ARTISTA POPULAR – Quem frequentar o posto avançado da Agência do Trabalhador poderá conhecer as exposições da Sala do Artista Popular, que homenageia os nomes da arte popular paranaense. Inaugurada em 1999, a sala tem como objetivo divulgar a arte popular paranaense e disponibilizar espaço expositivo para produções de diversas naturezas, incentivando a divulgação de artistas e artesões. O espaço trará exposições periódicas e o horário de visitação seguirá o mesmo da Agência do Trabalhador da Cultura.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias