Sábado, 24 de Outubro de 2020 23:58
[email protected]
Brasil SÁBADO POÉTICO

Sábado Poético. Brasil/Portugal

Com Daniel Maurício, Francisco Elíude e Fernando Braga

03/10/2020 19h58 Atualizada há 3 semanas
147
Por: Mhario Lincoln Fonte: ML
Ilustração: ‘No quadrado negro’, Kandinsky, 1923.
Ilustração: ‘No quadrado negro’, Kandinsky, 1923.

Sábado Poético.

 

Caption

A vida é pouca *

 * Fernando Braga (Portugal)

 

A vida é pouca e nada basta

pela extensão que nos completa;

tudo é débil ou basto,

dentro de um muito vasto,

a nos devorar pelo que somos...

O todo é o tudo ou o nada,

como o muito ou o pouco

geometrizados nas formas

da mulher amada...

Antes o caos, até o verbo-ser...

Depois, a tese e a antítese,

e a tesão da carne...

Agora, a síntese de permeio,

e a vida inda continua pouca,

a recriar-se numa utopia besta!

--------------------------

*Fernando Braga, in ‘Harpas d’além-mar’, Lisboa, 2013.

------------------------------

Daniel Maurício (Curitiba PR.

Daniel Mauricio

(Curitiba-Paraná)

 

Amor não se despreza

Amor não se rejeita

Delicadamente juntei os teus nãos

Com eles adubei meu coração

E o amor próprio brotou viçoso

No meu caminho floresço gostoso

Abrigo pássaros

Abelhas e joaninhas

Borboletas são asas minhas

 

Pois o amor habita em mim.

-----------------------------------------------

 

Francisco Elíude (Academia Poética Brasileira).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias