Sábado, 24 de Outubro de 2020 23:31
[email protected]
Brasil POESIA NOS EUA

Poeta Maranhense nas páginas do The New York Times. Poesia pura!

Resgatado do portal da UFMA.

14/10/2020 17h46
103
Por: Mhario Lincoln Fonte: UFMA
Foto original do texto/UFMA
Foto original do texto/UFMA

Texto resgatado do Portal da UFMA

O poeta maranhense Salgado Maranhão teve um poema seu publicado na edição de 2 de outubro do jornal The New York Times. O poema entrou numa minicoletânea sobre a Amazônia, em série do periódico chamada “A Amazônia tem visto nosso Futuro”.

A série é dividida em três partes, e o poema de Salgado Maranhão está presente na segunda, intitulada “Três poetas na Amazônia”. O poema do maranhense, “Índio Velho”, foi publicado com mais dois outros poemas, “Manaus Mais Uma Vez”, de Astrid Cabral, e “Descriação”, de Homero Aridjis.

Salgado Maranhão, que recebeu o título de Doutor Honoris Causa da Universidade Federal do Piauí, é um dos mais importantes poetas vivos da literatura brasileira.

O poema publicado no NYT:

 

VELHO ÍNDIO

Salgado Maranhão

 

Já nos tiraram o couro
e o sangue;
já nos rifaram a terra
e seus nomes santos
(deixando-na rente ao osso).
Insaciáveis, agora, trocam-nos
pelos bois.
Não à seiva do agrobusiness!
Não à sorte da agromorte!
Não ao tablet sem Taba!
Geme a flora,
geme a fauna,
geme o rio de mercúrio.
Do fogo não brotam flores.
Deixem o que ainda nos resta!
O que veste o índio é a floresta.

 

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias