Terça, 24 de Novembro de 2020 06:06
[email protected]
Brasil NÃO AOS FOGOS

Prof. Sharlene Serra: o autismo e sua Hipersensibilidade Sensorial

A Prof. Sharlene Serra é escritora e autora da "Coleção Incluir"

04/11/2020 13h13 Atualizada há 3 semanas
362
Por: Mhario Lincoln Fonte: Sharlene Serra
Professora e escritora Sharlene Serra
Professora e escritora Sharlene Serra

O AUTISMO E SUA HIPERSENSIBILIDADE SENSORIAL-

Por amor, pela inclusão, não aos fogos.

 

Prof. Sharlene Serra, escritora e autora da "Coleção Incluir"

 

O autismo é um transtorno de neurodesenvolvimento que afeta a capacidade de comunicação, interação social e linguagem e pode apresentar diversos subtipos. Neste período eleitoral foi gerado várias mobilizações em relação às reações das crianças com autismo aos fogos de artifícios. A falta de informação sobre as reações, o descaso, a fata de empatia, causaram para muitas crianças momentos de crises e angústias com seus familiares. Os autistas são sensíveis as ações que envolvem estímulos sensoriais. As reações causadas pelos fogos de artifício são diversas: o medo, o susto, o desespero, ocasionando uma sobrecarga sensorial, ou seja, os autista possuem uma hipersensibilidade seja com a visão, audição, tato; e essa hipersensibilidade pode gerar pânico, crise de choro e em alguns casos, as crianças se escondem no quarto e a crise se perdura por dias.

Os estímulos do ambiente para essas crianças são os mais diversos. É como se elas escutassem todos os sons do ambiente de uma só vez, sem focar a atenção em nenhum deles, provocando uma sobrecarga daquele sentido. Por causa disso, fez-se uma campanha  em São Luís do Maranhão, através de Poliana Gatinho, mãe do João (que tem TEA- transtorno do Espectro do autismo), onde ela apresentou nas redes sociais as crises do filho ocasionada  pela queima de fogos durante as carreatas políticas. Por isso nosso apelo aos candidatos. Precisam ter mais atenção a isso. Se houver uma paralização significativa da utilização de fogos de 90% isso trará paz aos autistas. É interessante esclarecer que esses fogos  além de prejudicar crianças, animais, idosos, eles são as principais causas de acidentes dentro das estatísticas relatada pelo corpo de bombeiro.

Que possamos entender sobre essa hipersensibilidade sensorial das pessoas com autismo, compreender as famílias que sentem na pele o pânico de seus filhos, e assim, que possamos construir uma sociedade  empática, inclusiva e que este apelo da Poliana , tenha ressonância positiva e seja propagada por todo Brasil. Por amor, pela inclusão, não aos fogos.

 Sharlene Serra

 

14 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias